Copa do Brasil: Grêmio vence o Juventude por 1 a 0 na Arena

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Em sua estreia na Copa do Brasil, o Grêmio recebeu o Juventude na Arena, com o retorno de Matheus Henrique, após contrair a COVID-19, o tricolor entrou em campo com força total contra a equipe de Caxias do Sul.

E os dois times começaram a partida tentando conhecer o estilo de jogo adversário, o Grêmio apostando na sua habitual troca de passes e o Juventude tentava roubar as bolas para apostar no contra-ataque, forçando espaços no meio-campo gremista. Mas as iniciativas estavam mais do lado do dono da casa, o tricolor ia mais ao ataque, enquanto o Juventude não optia sucesso do meio para frente.

E na primeira boa chance do tricolor, aos 8 minutos, em um erro da equipe do Juventude, Isaque tabelou com Pepê e tocou de cavadinha na saída do goleiro para marcar o gol! O placar estava aberto na Arena.

O Juventude ia tentando criar suas jogadas mas as bolas não passavam da intermediária, e os jogadores do Grêmio se mantinham na posição, jogando os adversários para a área de defesa. Na primeira boa chance do clube gaúcho, Dalberto recebeu de Igor dentro da área mas chuta para fora, apresentando pouco perigo ao gol de Vanderlei.

Durante os minutos que vieram, o Juventude ia armando melhor, tentando investir nas jogadas, mas os jogadores de ponta do Grêmio criavam mais consistência nas jogadas gremistas.

Aos 33 minutos, confusão com a bola na área defensiva do Juventude. Pepê entrou livre na área, cortou a marcação que chegou, mas chutou em cima de Bareiro. E aos 35, Grêmio novamente, Ferreira recebeu a bola após cobrança lateral e aplicou um lindo balaõzinho em Eltinho, mas a bola foi para fora. E Ferreira não quis parar por aí, marcava 39 no relógio e ele, sozinho, puxou o contra-ataque, tentou resolver sozinho, invadiu a área e chutou em cima de Marcelo Carné.

O primeiro tempo foi se encerrando e o Grêmio se mantinha à frente no placar.

O segundo tempo começou com as duas equipes tentando investir na mesma proposta. Grêmio ganha, mas Juventude se mantinha bem no jogo, conseguindo criar e ter presença no campo ofensivo. Tricolor abria espaço e usava muito a velocidade.

Aos 18, Ferreira recebeu na ponta direita, cortou para o pé esquerdo e chutou por cima do gol. Aos 21, o Grêmio tentou novamente, Matheus Henrique tabelou com Pepê, mas chegou a tempo para o chute.

Aos 34 minutos, foi vez do Juventude, Sozinho na pequena área e sem goleiro, Breno chutou por cima do gol.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Maicon fora e Jean Pyerre de volta: as dúvidas e novidades no elenco gremista que encara o Juventude pela Copa do Brasil
Renato define vitória sobre Juventude como “placar magro”, mas exalta vantagem conquistada
Deixe seu comentário