Confira como foi o primeiro tempo entre Inter e Cruzeiro


Por: carine,

Na disputa por uma vaga na final da Copa do Brasil, Internacional e Cruzeiro se enfrentaram nesta quarta-feira (04), no estádio Beira Rio, em Porto Alegre. Com a torcida animada e um público de mais de 44 mil torcedores, o jogo começou quente e o Inter realmente parecia ter entrado para marcar.

Porém, logo no primeiro minuto, em uma lance isolado e surpreendendo o time Colorado, Pedro Rocha recebeu pela direita, já na área, e finalizou rasteiro, para ótima defesa de Lomba. No rebote, David finalizou e a bola foi direto pela linha de fundo.

Dedé demonstrava dificuldade para jogar devido às dores constantes sentidas no tornozelo. Ele recebeu atendimento médico logo no início da partida, mas seguiu mancado.

No primeiro tempo, o Inter atuou no 4-1-4-1, com D’Alessandro pela direita e Nico pela esquerda. A equipe adiantava as linhas para tentar pressionar a saída de bola do Cruzeiro.

Aos 11, chance de gol para o Internacional: Guerrero vai ao círculo central receber a bola e passa para Nico López, que avançou com espaço e finalizou com chute forte de canhota. Quase que o Inter marca!

O Colorado tenta, mas aos 15, Cuesta antecipa já em campo de ataque, ameaça chute e finaliza também de canhota, mas a bola passa muito perto da trave defendida por Fábio.

O Internacional dominou completamente o primeiro tempo, liderado por Nico López e com um meio campo muito sólido e concentrado, focando em resultados. Já o Cruzeiro estava completamente tonto com a pressão do time Colorado.

O técnico Rogério Ceni tentou escalar um time rápido, deixando o centro avante Fred no banco, mas não conseguiu um bom resultado. Nas poucas vezes que o Cruzeiro atacou, foi sempre buscando a jogada final com rapidez. Já Thiago Neves, que é o criador do time, pegou pouco na bola.

Aos 19, mais uma clara oportunidade de gol para o Internacional: D’Alessandro cobra para Guerrero, que recebe completamente livro e escora para Lindoso. Ele domina na grande área, mas finaliza fraco, com defesa tranquila da Fábio.

Nos 24 minutos, o Cruzeiro faz boa jogada, com Robinho fazendo uma inversão pelo alto, nas costas de Bruno. Mas Dodô não consegue dominar.

Com 27 minutos, uma dividida com Nico López deixa Pedro Rocha no chão, que recebe atendimento médico e volta para o jogo logo em seguida.

Já em 30 minutos de partida, em um drible, Nico cai e pede pênalti, mas o árbitro manda seguir a partida.

O Cruzeiro cresce um pouco no jogo e aos 32 quase marca na goleira Colorada. Thiago Teves quase marcou gol em um chute de fora da área. A bola passou muito perto!

O jogo fica mais cadenciado após a primeira metade de partida e o Cruzeiro equilibra a posse de bola. Já com mais calma, trocou passes com mais frequência no campo de ataque, mas o Inter se defendeu bem.

Nico fez um ótimo primeiro tempo, fazendo dribles e procurando todas as jogadas. Pareceu estar mais confiante após quebrar o jejum de 24 jogos sem marcar.

E o Inter tanto pressionou, que conseguiu! Paolo Guerreiro marcou aos 39 e abriu o placar.

Agora, no segundo tempo o Cruzeiro precisa marcar…

Comentários

>