Como o São Paulo, adversário do Grêmio, se tornou a sensação do futebol brasileiro em 2020

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net
Brasileirão 2020 SPFC x Atlético MG Data 15/12//2020 Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Após a parada do futebol devido a pandemia do novo corona vírus, se esperava que os clubes com elencos recheados e caros como Flamengo, Palmeiras e Atlético-MG, fossem tomar conta dos campeonatos que disputasse. Mas não foi o que aconteceu. O São Paulo do que até então era contestado, Fernando Diniz, despontou com um bom futebol devido o fruto do uso de jovens, trabalho a longo-prazo e a fase iluminada de alguns jogadores.

O São Paulo chega para a semifinal da Copa do Brasil diante do Grêmio como líder isolado do Campeonato Brasileiro e de uma campanha até agora invicta na Copa do Brasil. Isso se deve muito ao trabalho de Fernando Diniz, que em dois anos sob o comando da equipe paulista, mesmo com inúmeros insucessos e pressões internas e externas, foi bancado por membros da direção, não cedeu a essas pressões e seguiu com sua ideia de futebol. Mesmo que por onde passou, essa ideia tenha sido sempre alvo de desconfiança.

Em 2020. mesmo com a eliminação na Libertadores e o vexame no Paulistão diante do Mirassol, os números do tricolor são positivos. Com 51 jogos, são 26 vitórias, 14 empates e 11 derrotas. Fernando Diniz ainda tenta acertar seu sistema defensivo, afim de levar menos gols. Em compensação, lá na frente o seu time faz muitos gols, até por conta do seu esquema de jogo e preferência por jogadores, que privilegia posse de bola e velocidade pelos lados. A equipe fez 96 gols nesses 51 jogos.

Diniz também contou com a ajuda de um plantel que mesmo não sendo astronômico como o de outros clubes no Brasil e na América do Sul, tem diversos jovens de qualidade e com fome de bola, como Brenner, Paulinho Bóia, Gabriel Sara, Luan, Igor Gomes, Igor Vinícius. E isso aliado a experiência de atletas como Dani Alves, Juanfran, Reinaldo, Thiago Volpi, Hernanes e até dentro da direção tendo nomes como Raí, que foi quem bancou a permanência de Fernando Diniz diversas vezes.

E conta com a fase espetacular de dois artilheiros: Brenner e Luciano. A dupla tricolor é responsável por 35 dos 96 gols do São Paulo na temporada, considerando que Luciano chegou ao time apenas na metade deste ano.

O São Paulo tem o trabalho de um técnico em ascensão que tem ideias inovadoras, utilização de jovens da base e a fase iluminada de uma dupla. Assim, o tricolor paulista busca quebrar o jejum de títulos que perdura já por 8 anos, e isso passa pela noite da próxima quarta-feira (23) no jogo de ida e na volta (30) contra o Grêmio.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Copa do Brasil

Compartilhe esta notícia:

Quem é Kaio Jorge, o algoz do Grêmio na Libertadores 2020
Em uma partida de muita marcação, Grêmio não sofre gols e está na final da Copa do Brasil
Deixe seu comentário