Como funcionariam os protocolos adotados pela dupla Grenal para o retorno dos treinamentos após período de quarentena

Foto: Divulgação/GFPA

O coronavírus chegou em nossa rotina e virou o mundo de cabeça para baixo, se é que podemos falar assim. O futebol, por exemplo, está paralisado. Ou estava. Alguns clubes estudam a possibilidade de retomar os treinamentos cumprindo as exigências de saúde, para que quando e se os campeonatos voltarem, o condicionamento físico não se perca. O Inter é o primeiro clube do país a retomar as atividades. O elenco comandado por Eduardo Coudet foi dividido em dois grupos para que não houvesse contato físico. Cumprindo todos os protocolos de saúde e orientações das autoridades, os atletas se apresentaram em seis horários diferentes.

Uma das práticas diárias adotadas pelo Inter é avaliar a temperatura e oximetria dos jogadores, buscando controlar a saúde dos atletas. “Montamos um protocolo baseado na segurança de saúde dos atletas. Armamos tendas ao ar livre, onde fazem a avaliação médica na busca por sintomas. Ontem, todos foram avaliados para sorologia do Covid-19. Avaliamos também temperatura e oximetria. Será uma prática diária, buscando controlar de perto a saúde dos atletas e visando ter uma atitude ágil, caso haja necessidade. A estrutura montada para treino também é toda externa, com escala de diferentes horários, para que também possam realizar as atividades minimizando os riscos”, explica o médico Luiz Crescente, Coordenador de Saúde.

No tricolor não é muito diferente. O início da semana marca o reinício das atividades do Grêmio. O ponta pé inicial aconteceu nesta segunda-feira (04) no CT Luiz Carvalho dando atenção especial os procedimentos de segurança seguindo o protocolo médico estabelecido pelo clube, diante da pandemia da Covid-19. No 1° dia de trabalho, houve uma reunião, realizada em um dos campos, na qual todos se reuniram em um grande círculo, com o distanciamento adequado e usando máscaras. O executivo de futebol Klauss Câmara deu as boas-vindas a todos e explicou a importância da retomada dos treinamentos. Ao seu lado estava o diretor de futebol Celson Matte, representando o departamento de futebol do Clube. Depois do executivo, os médicos Paulo Rabaldo e Márcio Dornelles fizeram uma explanação de todas as medidas que serão tomadas para a retomada.

Protocolo adotado pelo Inter

Todos os jogadores passaram pela mesma rotina. Já fardados, com uniforme de treino, desceram dos carros e seguiram direto para o posto de triagem do departamento médico, montado no pátio do CT Parque Gigante, em área aberta. Feitos os controles de saúde, os atletas seguiram para o campo. No gramado do CT, realizaram corridas, respeitando o distanciamento de segurança, e exercícios com peso. Integrantes da comissão técnica e da equipe de apoio foram destacados para higienizar individualmente os equipamentos a cada mudança de atleta. Finalizada a atividade, cada um seguiu para o carro e para casa.

O Clube alterou totalmente a rotina para se adaptar à realidade da pandemia do Covid-19. Todas as áreas internas foram fechadas. Vestiário, academia e refeitório estão desativados. O quadro de funcionários com trabalho presencial também foi reduzido, com boa parte dos colaboradores trabalhando em home office.

Protocolo adotado pelo Grêmio

Os primeiros testes foram realizados na manhã desta terça-feira (05), onde os jogadores foram divididos em pequenos grupos logo após chegarem ao CT Luiz Carvalho já fardados. O elenco não fará uso dos vestiários e, de acordo com o clube, seguirá uma logística pensada exatamente para o momento atual. Sendo assim, ao chegar, ainda dentro do carro, será verificada a temperatura do jogador, estando abaixo de 37,7 graus, o atleta é direcionado a uma primeira área, com todos os lados abertos e apenas uma cobertura, na qual retira os sapatos e veste uma proteção para os pés.

Em seguida, em outro ambiente semelhante, há uma segunda verificação da temperatura corporal, uma medição de oxigênio periférico, dessa forma é realizado o imunoteste para verificar a dosagem de anticorpos. Com o resultado dentro dos parâmetros, o atleta seguirá, pelo lado externo do CT, a uma estrutura, igualmente aberta, para realização dos testes fisiológicos – sempre de forma individual. Após o treinamento, o atleta vai direto para casa, sem utilizar os vestiários do CT para tomar banho.

Ainda não existe data oficial para o retorno das competições futebolísticas no país. Mas, visando não perder o ritmo de jogo em um eventual retomada dos campeonatos, a dupla Grenal volta as atividades cumprindo os protocolos de saúde e também em acordo com decreto 20.562 publicado pela Prefeitura Municipal de Porto Alegre.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Futebol

Compartilhe esta notícia:

Jogadores se unem por pedido de segurança no retorno do futebol
“O futebol emprega muita gente”, diz o árbitro de futebol, Jean Pierre Gonçalves Lima sobre o retorno das competições
Deixe seu comentário