Com vitória de 1 a 0 em casa no Grenal 430, Grêmio assume a liderança do Campeonato Gaúcho

Foto: Ricardo Duarte / S.C. Internacional

Jogando em casa no final da noite deste sábado (4), o Grêmio venceu o Grenal nº 430 por 1 a 0, em partida válida pela nona rodada do Campeonato Gaúcho. O gol foi marcado aos 43 minutos do segundo tempo pelo atacante Léo Chu. Com esse placar, o Tricolor assumiu a liderança do torneio, com os mesmos 17 pontos do Inter mas em vantagem no saldo de gols.

O resultado na Arena impediu que o técnico espanhol Miguel Ángel Ramírez estreasse com vitória no clássico estadual – ele assumiu o cargo em março e vinha de uma sequência de resultados positivos na competição nas últimas semanas. Além disso, o tropeço diante do rival “melou” a comemoração dos 111 anos de fundação do clube.

O duelo

Os primeiros instantes do clássico foram equilibrados, com muita disputa no meio-campo. O Inter foi quem inicialmente chegou ao campo de ataque, com 5 minutos de bola rolando.

Após uma cobrança de escanteio, em que Moisés colocou no primeiro poste, Yuri Alberto tentou completar, mas dividiu com Maicon e mandou a bola pela linha de fundo. O Tricolor tentou ameaçar pela direita com Alisson mas o atacante dividiu com Moisés na intermediária e, segundo arbitragem, cometeu falta sobre o lateral.

Passados 12’, Vanderson fez um cruzamento da direita, Rodrigo Dourado desviou e a bola sobrou para Alisson, que cabeceou com força para baixo e a bola saiu pela linha de fundo. Em seguida, depois de uma boa troca de passes, foi a vez de Pinares receber na esquerda e chutar cruzado – a bola desviou na zaga e saiu a escanteio.

O Grêmio seguiu pressionando e logo chegou novamente. Alisson fez um cruzamento na área buscando Ferreira, mas o corte foi feito pela zaga colorada. Mas aos 17 minutos, o Inter respondeu com Maurício – o meia dominou e chutou cruzado, mandando para fora.

Com 22 minutos, Ferreira saiu em velocidade em contra-ataque – trabalhou com Maicon e Pinares e recebeu novamente na esquerda, finalizando, mas a bola explodiu na marcação. Diogo Barbosa ainda tentou pegar a sobra, mas a defesa se recuperou e afastou o perigo.

Logo em seguida, Matheus Henrique arriscou da entrada da área e a marcação acabou desviando pela linha de fundo, cedendo escanteio. Após a cobrança, a bola pareceu bater na mão de Lucas Ribeiro, mas o lance não foi verificado junto ao VAR.

Passados dos 30’, Alisson serviu Vanderson de calcanhar na direita. O lateral avançou e partiu para o meio, acionando Pinares, que abriu para Ferreira – o atacante chutou, mas pegou muito embaixo da bola e ela passou por sobre a meta.

Já aos 35’, o time do bairro Menino Deus ameaçou com Praxedes, que arrematou de longe, mas mandou pra fora, sem perigo para Brenno. Respondendo ao ataque, Alisson chutou da entrada da área, mas Marcelo Lomba defendeu em dois tempos.

O Inter teve mais um escanteio a seu favor. Moisés colocou no segundo poste, mas houve falta de ataque no campo de defesa tricolor, com 37’.

Aos 45’, os colorados conseguiram criar a melhor chance de gol da partida. Praxedes foi acionado com um passe em profundidade, invadiu a área e ficou cara a cara com Brenno, que fechou o gol e fez uma grande defesa.

Na segunda etapa, o Grêmio voltou com a mesma formação. A primeira chance de ataque foi adversária, aos 3’. Moisés bateu direto, mandando por sobre a meta, sem nenhum perigo para Brenno.

Com 7’, o Grêmio chegou muito bem com uma troca de passes rápida. Diogo Barbosa tentou o cruzamento, mas a zaga cortou a escanteio.

Na cobrança, Pinares colocou na marca penal, mas a defesa afastou. A bola ainda sobrou para os gremistas: Ferreira cortou a marcação e cruzou na área para Rodrigues, que chegou para completar, mas Marcelo Lomba se antecipou e defendeu.

Outra chance tricolor veio de um cruzamento de Pinares buscando Diego Souza na área, mas o centroavante não conseguiu alcançar e a bola se perdeu pela linha de fundo, com 12 minutos jogados.

O Inter tiveram uma grande oportunidade aos 14’, quando Lucas Ribeiro saiu do campo de defesa, seguiu em velocidade e invadiu a área, passando pela marcação. Quando ficou cara a cara com Brenno, chutou buscando o canto esquerdo da meta e mandou para fora.

O técnico Renato Portaluppi fez suas duas primeiras alterações: Ricardinho e Darlan ocuparam os lugares de Pinares e Maicon, aos 17’. Passados 2’, o Grêmio teve uma chance com uma falta da intermediária, pela esquerda. Alisson colocou na área, mas a zaga cortou e logo lançou Yuri Alberto no ataque, mas Ruan conseguiu recuperar e ao final, acabou sofrendo falta.

Já o Inter chegou pela esquerda, com um cruzamento perigoso feito por Moisés. Ruan tirou de cabeça. Na cobrança de escanteio, a bola foi colocada no primeiro poste e a zaga gremista afastou.

Aos 22’, a melhor oportunidade do Tricolor: Darlan fez um passe em profundidade perfeito para Ferreira, que recebeu em condições, cortou pra perna direita e chutou – a bola passou raspando a trave, por sobre a meta defendida por Lomba.

Com 32’, Edenilson foi acionado dentro da área, mas Brenno foi bem demais e saiu do gol para fazer a defesa e impedir o que poderia ser o primeiro gol adversário.

Em resposta, no minuto seguinte, Matheus Henrique encontrou Vanderson, que fez um cruzamento da direita dentro da pequena área. Ricardinho completou de carrinho, mas a bola foi para fora, na melhor oportunidade gremista.

Outras duas alterações foram providenciadas aos 35’: Léo Chú e Lucas Silva ocuparam os lugares de Alisson e Diego Souza. Já em sua primeira participação, Léo Chú saiu em velocidade pela esquerda, deixou no chão o zagueiro e cara a cara com Marcelo Lomba, acionou Lucas Silva mais à direita. O volante finalizou, mas Moisés salvou quase em cima da linha, com 38 minutos. Leo Pereira no lugar de Ferreira foi a última modificação providenciada pelo técnico Renato.

O resultado da noite foi selado os 43 minutos, quando o atacante Léo Chú recebeu na meia-esquerda, avançou, cortou o marcador e chutou no ângulo, sem chances de defesa do goleiro Marcelo Lomba, assinalando um golaço.

Ficha técnica

– Grêmio: Brenno, Vanderson, Ruan, Rodrigues, Diogo Barbosa, Maicon (Darlan), Matheus Henrique, Pinares (Ricardinho), Alisson (Léo Chú), Ferreira (Léo Pereira), Diego Souza (Lucas Silva). Técnico:Renato Portaluppi.

– Inter: Marcelo Lomba, Rodinei (Heitor), Lucas Ribeiro, Víctor Cuesta, Moisés, Rodrigo Dourado, Edenílson, Praxedes (Nonato), Maurício (Caio), Yuri Alberto (Paolo Guerrero), Patrick (Carlos Palacios). Técnico:Miguel Ángel Ramírez.

– Arbitragem: Anderson Daronco, auxiliado por Rafael da Silva Alves e Tiago Augusto Kappes Diel. Quarto árbitro:Lucas Guimarães Rechatiko Horn. VAR (árbitro de vídeo): Daniel Nobre Bins.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Dupla Grenal

Compartilhe esta notícia:

Sede por revanche e busca por sequência: os temperos para o clássico Grenal 430
Após vitória, Renato comemora atuação de garotos e destaca: ”É importante o uso da base”
Deixe seu comentário