Com torcida de volta à Arena, Grêmio perde de 2 a 1 para o Sport e permanece na zona de rebaixamento do Brasileirão

Tricolor gaúcho voltará a jogar em casa nesta quarta-feira

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O reencontro do Grêmio com o público na Arena, na noite deste domingo (3) não saiu conforme o esperado pela torcida tricolor. Derrotado por 2 a 1 pelo vice-lanterna Sport-PE em partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, o clube gaúcho estagnou na décima-oitava posição (22 pontos), desperdiçando uma oportunidade para deixar a zona do rebaixamento.

Após uma ausência de 18 meses nas arquibancadas, mais de 7 mil pessoas acompanharam ao vivo o tropeço do time. Os visitantes chegaram a abrir vantagem de dois gols, ambos marcados no segundo tempo, por  Gustavo (7 minutos), Mikael (25 minutos). Douglas Costa descontou para os donos da casa aos 39 minutos.

Na próxima quarta-feira (6), às 21h30min, e equipe sob o comando de Luiz Felipe Scolari terá mais uma chance para fazer valer o fator local, jogando novamente em Porto Alegre. O adversário da vez é o Cuiabá-MT, 11º colocado na tabela (29 pontos).

O duelo

O Grêmio iniciou a partida dominando grande parte das ações do jogo. Logo aos 2 minutos, a primeira chance veio com Douglas Costa, que recebeu de Vanderson e arriscou o chute, mas esbarrou na marcação de Sabino.

Em seguida, Borja recebeu na entrada da área e também tentou o chute, mas a bola saiu para fora. O Grêmio seguia com o comando do jogo, chegando principalmente pelos lados do campo, com Ferreira, pela extrema esquerda e Douglas Costa, pela direita.

O Tricolor chegou novamente aos 14 minutos, com Ferreira limpando a marcação e chutando rasteiro, que Maílson segurou. Um minuto depois, Vanderson avançou pelo lado direito e cruzou, mas a bola novamente ficou com o arqueiro.

A única grande chance do Sport foi aos 18 minutos, com Everaldo tentando um chute forte na entrada da área, para grande defesa de Chapecó. Aos 25 minutos, Ferreira faz grande jogada pelo lado esquerdo, passando entre as pernas do marcador, mas no cruzamento ninguém apareceu para finalizar.

A melhor chegada do Grêmio aconteceu aos 30 minutos: Ferreira recebeu na esquerda e cruzou. Borja subiu bem, mas cabeceou a bola por cima da trave.

No segundo tempo, Thiago Santos cometeu falta na entrada da área. Sander sobrou, para nova intervenção do goleiro gremista, mas a bola acabou sobrando e Gustavo aproveitou o rebote, de perna direita, abrindo o placar aos 7 minutos.

A reação do Grêmio veio dois minutos depois, quando Campaz recebeu na intermediária, limpou a marcação e chutou, mas o goleiro Maílson pegou firme.

Instantes depois, em mais uma boa chegada do Grêmio, Guilherme Guedes cruzou na segunda trave, Borja cabeceou e Maílson voltou a mostrar serviço. O time pediu revisão do lance no VAR, alegando que a bola teria entrado, mas o árbitro mandou o jogo correr.

O Sport chegou ao segundo gol com 24 minutos de bola rolando. Everaldo acionou Mikael que, de frente para o goleiro gremista, estufou a rede. Aos 25 minutos, Campaz recebeu na entrada da área, chutou forte, mas a bola bateu no travessão. No rebote, Diego Souza perdeu a chance.

Aos 37 minutos, o desconto: Douglas Costa recebeu pela direita, limpou a marcação fora da área e, de perna esquerda, arriscou um chute. A bola atingiu “a gaveta”, sem chance para o goleiro Maílson. Esse foi o primeiro gol do camisa 10 desde que retornou ao clube.

A partir dos 40 minutos, o Grêmio voltaria a dominar o campo ofensivo, mas sem conseguir chegar ao gol. Com o gosto amargo da derrota no reencontro com sua torcida, o Tricolor gaúcho tem agora o próximo jogo em casa, nesta quarta-feira, para tentar mais uma vez a tão esperada reação no torneio.

Ficha técnica

– Grêmio: Gabriel Chapecó, Vanderson, Ruan, Rodrigues, Rafinha (Guilherme Guedes), Thiago Santos, Villasanti, Douglas Costa, Alisson (Campaz), Ferreira (Everton Cardoso) e Borja (Diego Souza). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

– Sport: Mailson, Ewerthon, Rafael Thyere, Sabino, Sander; Marcão, Gustavo (Chico), Thiago Lopes (Everton Felipe), Hernanes, Everaldo (Tréllez) e Mikael. Técnico: Gustavo Florentín.

– Arbitragem: Luiz Flavio de Oliveira (SP), auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP). No VAR, Jose Claudio Rocha Filho (SP).

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Fora de casa, Inter perde de 1 a 0 para o Atlético-MG e permanece em sétimo lugar no Brasileirão
Felipão fala sobre conversa com jogadores e nega mudanças após derrota para o Sport
Deixe seu comentário