Com time misto, Grêmio vence o Bragantino por 2 a 1

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, o Grêmio recebeu o Bragantino na Arena. Buscando duas vitórias seguidas, o time do técnico Renato Portaluppi foi à campo poupando alguns jogadores, inclusive a zaga titular, Geromel e Kannemann. Mas o retorno de Maicon que marcava a formação da equipe tricolor.

E o Grêmio já iniciou com dificuldades de se manter com a bola, os erros de passes eram notavéis, e o Bragantino tentou aproveitar, aos 2′ obteu uma falta perigosa, Claudinho, bateu mas o camisa 10 mandou a bola na barreira. Mas em resposta, o tricolor foi forte em um contra ataque, com Luiz Fernando pela direita. Ele cruzou com perigo, mas Léo Ortiz subiu para cabecear e mandar o perigo pra longe da área do Bragantino.

Primeiros cinco minutos foram de mais posse de bola do Bragantino. Grêmio tentava incomodar a troca de passes do time de Bragança, intensificando a marcação a partir do meio campo.

Aos 8′, Pepê tentou jogada individual na esquerda, recebeu o combate de Artur e a jogada acabou em tiro de meta para o Bragantino. E novamente, aos 16′, Pepê tentou novamente, o jogador arrancou pelo meio, tocou para Orejuela na direita, que cruzou forte. A bola voltou no camisa 25 do Grêmio e sobrou para Diego Souza, que conseguiu um leve desvio para o gol. Cleiton desviou para escanteio.

E o tricolor queria o resultado, porque aos 18 também foi atrás, Matheus Henrique deu belo passou para Luiz Fernando na entrada da área. Ele cruzou na medida, mas Diego Souza chegou dividindo com Ligger e a bola foi afastada pela zaga.

O Grêmio apresentou dificuldades para se organizar e o primeiro tempo se encerrou com o placar em 0 a 0.

E o segundo tempo iniciou com o Bragantino tendo a chance mais perigosa, Ytalo arriscou de fora da área, pegou firme na bola e Vanderlei fez outra bela defesa.

Mas assim como no primeiro tempo, Bragantino começou com mais posse, tentando encontrar espaço na defesa do Grêmio. Até aqui, David Braz e Rodrigues seguiam levando a melhor nas bolas que chegam na área gremista.

Aos 15, Claudinho encontrou Ytalo na área com libertade. Ele cruzou rasteiro, mas ninguém do Bragantino chegou para completar. Aos 17, com a entrada de Ferreira, ele fez sua primeira jogada individual pela direita e cruzou. David Braz subiu, escorou de cabeça, mas não conseguiu a finalização.

E foi aos 23 que o placar foi aberto na Arena. Foi de David Braz. Após cobrança de escanteio, o zagueiro, agora capitão do Grêmio tenta de cabeça, a bola sobra pra ele mesmo no rebote chutar com força e abrir o placar na Arena.

E sem nem dar tempo para o Bragantino respirar, o tricolor foi novamente marcar o segundo gol da partida. Foi de Orejuela. Isaque fez bela trama com Churín, e a bola ficou viva na área. Orejuela chegou em velocidade e chutou com força, sem chance pra Cleiton e para ampliar a vantagem.

Alguns mnutos depois, em um rápido contra-ataque, foi a vez do Bragantino desocntar. Foi de Hurtado. Raul cruzou rasteiro da direita, a bola chegou na medida para Jan Hurtado escorar para o gol.

Após 3 minutos de acréscimos, o jogo se encerrou com vitória gremista.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Minuto a minuto: Grêmio x Bragantino, 19ª rodada do Brasileirão
Renato valoriza salto na tabela e fala sobre irritação de com Maicon: “Algo normal”
Deixe seu comentário