Com time misto, Grêmio é goleado pelo Sport


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

Sem apresentar o bom futebol dos últimos jogos, o Grêmio foi goleado pelo Sport e agora estacionou na oitava posição do Campeonato Brasileiro. O time Renato Portaluppi foi apático e pouco ameaçou o Sport, que teve as melhores oportunidades do jogo. O 3 a zero foi a maior goleada já sofrida na Arena do Grêmio e com isso, também o Tricolor perdeu os 8 jogos de invencibilidade que tinha.

Primeiro Tempo

Com um time misto devido ao desgate de alguns jogadores, como Maicon, Luan e Edílson, que estava suspenso, o Grêmio foi para o jogo para buscar os 3 pontos, mas sem o mesmo ímpeto de partidas anteriores.

O time, com o ataque bastante modificado, tinha dificuldade em produzir jogadas ofensivas e se prostou defensivamente, entregando a bola ao Sport e se resguardando aos contra-ataques. Os times se preocupavam mais com a marcação e assim o jogo não fluia, ficando muito preso ao meio campo e nas faltas cometidas pelos jogadores.

O Sport, precisando do resultado, tentava chegar à meta de Marcelo Grohe, principalmente com a qualidade de Diego Souza. O meia organizava as jogadas e o time pernambucano insistia, principalmente do lado direito da defesa, onde estava Walace Oliveira, que não fazia uma boa partida.

O Grêmio até teve boas chances com Pedro Rocha e Negueba, mas os atacantes finalizam sem muito capricho e a bola foi para fora nas duas oportunidades. Mas quem abriu o placar na Arena foi o Leão, com o 87, Diego Souza. O meia recebeu na entrada da área, levantou no domínio e sem deixar ela cair, mandou uma bomba no ângulo de Marcelo. Um golaço aos 44′, que encerrou o primeiro tempo.

Segundo Tempo

O técnico Renato Portaluppi, não satisfeito com a atuação de seus jogadores, promoveu duas substituições. Negueba e Henrique Almeida que não fizeram um bom tempo, deram lugar à Sandowns e Tilica. O jogo recomeçou e logo na primeira escapada, o Sport fez o segundo gol. Ruiz foi até a linha de fundo e cruzou para Rogério, que pegou de primeira e mandou a bola para o fundo das redes.

O time pernambucano ampliava e obrigava o Grêmio a sair de seu campo e tentar descontar a desvantagem. Tilica e Sandowns até deram uma boa movimentação no ataque, fazendo infiltrações e se mexendo bastante entre os marcadores. Contudo o Leão se defendia bem e neutralizava as investidas gremistas.

Mas foi o Sport quem teve a melhor oportunidade do jogo, com Diego Souza, que recebeu em velocidade e tocou por cima de Grohe. A bola ainda bateu na trave e não entrou. O cronômetro já marcava 30 minutos do segundo tempo e o Grêmio sem conseguir oportunidades reais de gol. O golpe de misericórdia veio aos 44′, quando mais uma vez, Diego recebeu livre de marcação e cara a cara com Grohe, não desperdiçou.

O jogo teve dois minutos de acréscimo e se encerrou com o apito do árbitro.

Comentários