Com primeiro tempo discreto, Grêmio goleia o Monagas-VEN na Libertadores

Foto: Site oficial

Entre as decisões do Campeonato Gaúcho, o Grêmio tinha compromisso pela Libertadores na Arena, nesta quarta-feira. Diante do modesto Monagas, da Venezuela, e o público pequeno presente, a equipe tricolor não teve dificuldades para conquistar a primeira vitória na competição, vencendo por 4×0 – gols de Jael, Everton, Luan e Cícero.

Renato Portaluppi optou, mais uma vez, por escalar a dupla Arthur e Maicon no meio-campo, em detrimento ao volante Jaílson. Marcelo Grohe, Léo Moura, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Ramiro, Luan e Everton; Jael completaram o time inicial.

Tempos distintos e Marcelo Grohe espectador

A primeira etapa, assim como em outros jogos da temporada, marcou nova atuação atípica da equipe gremista. Apesar de dominar o segundo terço do gramado e a posse de bola, não criou grandes oportunidades, parando na defesa venezuelana e na própria movimentação deficiente pelos lados do campo. Ramiro, após cruzamento de Cortez, e Kannemann, em sobra de bola na área do Monagas, perderam as melhores chances.

No intervalo, o comandante promoveu a entrada de Alisson na vaga de Léo Moura, recuando Ramiro à lateral-direita. A partir daí, o que ocorreu contra o Brasil de Pelotas no último domingo, tornou a ocorrer na Arena: a supremacia tricolor.

Logo no início do segundo tempo, Bruno Cortez, depois de boa trama coletiva, cruzou da esquerda e viu Jael se antecipar à marcação para, de cabeça, abrir o placar. No lance seguinte, Luan recebeu na área, girou sobre o defensor e carimbou a trave adversária. Sem confiar no goleiro, o Grêmio começou a arriscar de fora da área. Primeiro, Everton colocou Baroja para trabalhar, em seguida, Maicon também, mas, desta vez, com o rebote limpo para o camisa 11 ampliar a vantagem.

Jael, chutando colocado da entrada da área e em longa cobrança de falta, quase marcou o segundo no confronto. No entanto, saiu aplaudido e deu vaga ao jovem Thonny Anderson. Situação semelhante à de Maicon, que saiu para o ingresso de Cícero. Apesar das modificações, o artilheiro Luan foi quem balançou as redes outra vez. Arthur deu espetacular passe diagonal, quebrando a defesa visitante, e o jogador considerado o “Rei da América” precisou apenas dominar e mandar no canto cruzado.

Quem foi embora antes do apito final, perdeu o gol que fechou o placar. Cícero salvou a bola na linha de fundo, Alisson desviou para o alto e o próprio camisa 10 cabeceou quicado, sem chances para o goleiro, dando números finais ao encontro.

A vitória mantém o Grêmio na segunda colocação do Grupo 1, na Libertadores, com 4 pontos, dois a menos que o líder Cerro Porteño-PAR. No próximo compromisso da competição continental, enfrenta, justamente, o time paraguaio, fora de casa, no dia 15/04.

Voltar Todas de Campeonatos

Compartilhe esta notícia:

Fabiano pede foco intenso nos treinamentos e lamenta não estar 100% fisicamente.
Deixe seu comentário