Com fechamento do mercado europeu, Grêmio garante permanência de Everton e Luan


Por: Valéria Possamai,

Em semana de decisão, a segunda-feira teve um ingrediente a mais na vida dos gremistas. Com o fechamento da janela do mercado europeu (Alemanha, França, Itália e Espanha), o Grêmio assegura a permanências de duas peças principais do elenco: Everton e Luan. Alvos no mercado de transferências, tanto o camisa 7, como o camisa 11, estiveram envolvidos em especulações tratando de uma possível saída.

Destaque da temporada no Grêmio, Everton Cebolinha ganhou ainda mais destaque no cenário do futebol depois da conquista da Copa América. A saída para o futebol europeu era praticamente dada como certa, contudo, especulações e valores apresentados não agradaram. Arsenal e Atlético de Madrid foram alguns nomes que sondaram a situação do atacante. Beijing Guoan, da China, chegou a formalizar uma proposta, mas a direção não aceitou o negocio que envolveria um contrato de empréstimo, com opção de compra ao final do contrato. Por fim, o clube tricolor ainda recusou uma investida do Milan. Os valores foram considerados baixos.

Everton tem contrato com o Grêmio até 2022, com multa rescisória avaliada em 80 milhões de euros.

Luan foi outro atacante do Grêmio que virou pauta no mercado. O Atalanta, da Itália, esteve próximo da contratação, mas valores impediram o avanço do negócio e os italianos desistiram. Após o episódio, O holandês PSV e o alemão Frankfurt demostraram interesse e realizaram sondagens pelo jogador. Contudo, não houve evolução no interesse e o camisa 7 segue, pelo menos, nesta janela, em Porto Alegre.

Luan tem contrato com o Grêmio até o final de 2020. A multa estipulada está em torno de € 18 milhões de euros.

Comentários

>