Com dois gols anulados, Inter vence Chapecoense por 1 a 0 no Beira-Rio


Por: Diogo Rossi, comunicador na @rdgrenal

Depois da derrota para o Athletico-PR na final da Copa do Brasil na última quarta-feira (18), o Internacional reencontrou seu torcedor no Beira-Rio na manhã deste domingo (22), em partida contra a Chapecoense. O jogo é válido pela 20ª rodada do Brasileirão. Com dois gol do Inter anulados pelo VAR, o jogo terminou em 1 a 0 para o Colorado, gol de Lindoso, aos 39 do segundo tempo.

Confira detalhes da partida 

Aos dois minutos, Camilo iniciou o jogo levando cartão amarelo por puxar camisa de Nico López. Um minuto depois, veio a primeira chance do Internacional: Nico cobrou escanteio na pequena área e Rodrigo Lindoso cabeceou por cima do gol. Aos 21, a ameaça veio do lado da Chape. Arthur Gomes arriscou de fora da área com chute forte e obrigou Lomba a fazer uma boa defesa. Dois minutos depois, o Inter seguiu tentando com lançamento para Edenilson, mas o volante não alcançou a bola. Aos 25, Patrick ainda ficou posicionado entre os zagueiros do time catarinense, mas cabeceou para fora.

Aos 28, Nico López lançou para Wellington Silva, que deslocou Tiepo e colocou a bola no fundo da área. O árbitro Diego Pombo Lopez chamou o VAR para analisar possível impedimento de Wellington Silva. Após o contato, o juiz marcou o impedimento. Tudo continuou em 0 a 0 no Estádio Beira-Rio.

Mesmo assim, o Inter não desistiu: aos 35, Nico López lançou a bola na área da Chapecoense. Cuesta dominou e chutou, Patrick também tentou marcar, mas Tiepo ficou com a bola. Aos 44, Guerrero finalizou de primeira em falha de Rafael Pereira, mas o goleiro alviverde defendeu. Um minuto depois, Gum, ainda levou amarelo por bloquear contra-ataque de Guerrero. Juiz marcou o fim da primeira etapa aos 50 minutos.

Na volta para a etapa complementar, Camilo arriscou de fora da área aos dois minutos, mas a bola subiu demais. No mesmo minuto, Guerrero entrou em dividida com Elicarlos e Tiepo. Médicos da Chape tiveram que entrar no gramado para prestar atendimento ao goleiro. Aos seis, Everaldo também ficou “amarelado” por falta dura em Moledo. Aos 10, substituição no Inter: Uendel saiu para dar entrada a Neilton.

Aos 13, Neilton, recém-chegado, abriu bola para Nico López, que cruzou para Guerrero, que cabeceou torto. Nico ainda tentou cruzar de novo, mas a bola já tinha saído do campo. Aos 15, novamente ele: Neilton arriscou de longe, mas a bola saiu pela linha de fundo. Dois minutos depois, Renato saiu para a entrada de Henrique Almeida e, aos 20, Guilherme Parede entrou para substituir Wellington Silva. Aos 21, Tiepo ainda levou amarelo por fazer a famosa “cera” para bater tiro de meta.

Dois minutos depois, Neilton voltou a arriscar de fora da área, mas a bola passou longe da goleira da Chape. Aos 26, chegada forte do Inter: Guerrero cruzou pelo lado direito, mas Nico López finalizou para fora. Três minutos depois, saiu Rafael Pereira para a entrada de Douglas. Aos 32, nova chegada do Inter: cruzamento na área, Guerrero subiu mais que a defesa mas cabeceou para fora. Na mesma jogada, cometeu falta em Douglas. Aos 34, a Chape reagiu, chegando pelo lado direito com Arthur Gomes, que finalizou para defesa de Lomba.

No mesmo minuto, mais um gol colorado anulado pelo VAR: com passe de Parede, Neilton marcou, mas no desenvolvimento da jogada, Edenilson tinha empurrado o lateral Bruno Pacheco. Aos 38, o mesmo Edenilson ainda cobrou na área, para chute de primeira de Lindoso. Tiepo mandou para escanteio.

Aos 39, enfim, veio o gol colorado, sem necessidade de confirmação do VAR: após cobrança de escanteio, Guerrero cabeceou, Moledo desviou e Lindoso mandou para o fundo das redes. 1 a 0 para o Internacional.

Aos 41, o time da casa continuou tentando ampliar o resultado: Neilton avançou e dividiu com o goleiro. A bola sobrou para Parede, que foi bloqueado pela defesa. Aos 44, Nico López saiu para a entrada de Sarrafiore e, um minuto depois, o meia já demonstrou vontade, arriscando de fora da área. A bola passou perto do gol de Tiepo. Aos 51, o árbitro apita: fim de papo. 1 a 0 para o Internacional.

O próximo desafio do time de Odair Hellmann será na quarta-feira (25), às 21h30, contra o Flamengo, no Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro.

Comentários

>