Com a derrota no Grenal 426, Inter chega a nove clássicos sem vencer

Foto: Ricardo Duarte / S.C. Internacional

Com a derrota na Arena do Grêmio na noite desta quarta-feira (5), o Inter chegou ao número de nove clássicos sem vencer. A última vitória colorada em Grenais segue sendo a por 1 a 0, em 9 de setembro de 2018, pelo Campeonato Brasileiro. Só neste ano, foram quatro partidas. As quatro sob o comando do técnico Eduardo Coudet: três derrotas e um empate. Nenhum gol marcado, quatro sofridos. Com isso, Chaco segue sem vencer clássico desde que chegou ao Inter.

A estatística fica ainda maior quando o quesito é ganhar na casa do adversário. A última e única vitória colorada na Arena do Grêmio foi em 2014.  Foi no Grenal de número 400, em uma vitória por 2 a 1, com dois gols de Rafael Moura, pelo primeiro jogo da final do Campeonato Gaúcho daquele ano.

E por falar em gols, o Inter não marca um gol em clássicos há cinco jogos. A dificuldade em balançar as redes do rival já mostrou incomodar Eduardo Coudet. Tanto na derrota desta quarta-feira, quanto na partida de retorno do futebol gaúcho pós-pandemia, o técnico falou abertamente sobre estar inconformado por ainda não ter conseguido vencer Grenais e marcar gols.

Agora, o próximo clássico está marcado para o dia 23 de setembro, no Beira Rio, jogo válido pela partida de volta da fase de grupos da Libertadores. Ambos os times estão no grupo E, e possuem os mesmos quatro pontos. O colorado é líder pelo saldo de gols. Mas lá em setembro, a partida vai valer muito mais que uma possível classificação para a fase de mata-mata. Pelo lado tricolor, valerá a hegemonia em clássicos. Pelo lado colorado, será mais uma oportunidade para acabar com esse jejum de vitórias.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Coudet assume responsabilidade por derrota no clássico, e diz que não considera ser a hora certa de utilizar jovens da base
Cuesta pede desculpas ao torcedor e afirma: “Todo mundo está fazendo sua autocrítica”
Deixe seu comentário