Cláudio Oderich comenta possível saída de Renato: “Avaliar o que é melhor para o Grêmio”

Oderich lamentou a eliminação precoce na Copa Libertadores

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O sonho em busca pelo tetra da Copa Libertadores da América acabou mais cedo do que se imaginava para o Grêmio. As duas derrotas que resultaram na eliminação para o Independiente del Valle ficarão martelando a cabeça do torcedor tricolor durante a temporada 2021. Em entrevista exclusiva concedida para a Rádio Grenal, o vice-presidente gremista, Cláudio Oderich, comentou sobre o momento conturbado.

SAÍDA OU NÃO DE RENATO

Oderich confessou estar triste com a eliminação precoce na competição continental. Ainda, se solidarizou com o torcedor tricolor e comentou sobre a decisão acerca da permanência ou não de Renato Portaluppi: “Renato é e sempre será nosso maior ídolo. Tanto como treinador, quanto como jogador. O ciclo de jogadores, treinadores e dirigentes tem um início, meio e fim. Vamos avaliar o que é o melhor para o Grêmio no momento. São decisões que vamos tomar na reunião de hoje”.

ELENCO

O tricolor procurou se reforçar neste início de temporada, entretanto apesar de várias especulações, anunciou apenas Rafinha e Thiago Santos de forma oficial. Sobre o atual elenco gremista, o dirigente afirmou: “Temos que valorizar o que temos. Nossos jogadores são bons, temos um bom plantel e poderíamos ter passado de fase. O Independiente é um belo time de futebol e poucos times estão na América estão jogando como eles”.

REDES SOCIAIS

Cláudio Oderich também falou sobre o uso das redes sociais: “A situação que declarei é o que eu penso em relação as redes sociais. Com a ausência do público no estádio, nosso contato é nas redes sociais. Romildo recebeu mais de 3 mil ameaças em um dia, mas temos que ouvir as redes sociais e aquilo que nossos torcedores entendem”.

INVESTIMENTOS

Ainda sobre contratações, o dirigente comentou sobre a situação da gestão durante o tempo comandando o clube gaúcho: “Os acertos e erros fazem parte de qualquer gestão. Conseguimos levar o clube a grande decisões e agora tivemos uma frustração. O Grêmio é muito grande e com certeza vamos brigar por títulos”.

Oderich também afirmou acerca da pressão por novas contratações: “Não impacta. O Grêmio tem capacidade de investimento. Estamos avaliando o mercado e queremos ter convicção nos jogadores que iremos trazer. Não queremos errar assim como já erramos”.

O dirigente explicou sobre o fato do Grêmio não colocar no seu plano orçamentário anual passar diante do Independiente del Valle na Pré-Libertadores: “Na parte orçamentária, não colocamos mudança de fase. O Grêmio é conservador na montagem de orçamento. Mas isso não significa que não acreditávamos”.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

“Temos que fazer uma autocrítica”, desabafa Kannemann sobre eliminação na Libertadores
Fim de uma era: Renato Portaluppi não é mais técnico do Grêmio
Deixe seu comentário