CEO do Grêmio sobre o plano de contingência: “Estamos reduzindo ao máximo todas as atividades que não são estritamente fundamentais”

Foto: (Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Sustentabilidade do clube a longo prazo e a manutenção dos funcionários. Estes são os dois objetivos principais que norteiam o plano de contingência estabelecido pelo Grêmio. Em entrevista à Rádio Grenal, o CEO do Grêmio, Carlos Amodeo deu detalhes das medidas que estão sendo adotadas a partir de tal planejamento, em virtude da pandemia da Covid-19

Uma das ações recentes do clube foi o plano de medidas para readequar o quadro funcional: “Estamos readequando contratos, postergando prazos, suspendendo o que for possível. Sobre os funcionários, suspendemos alguns contratos, dentro da lei, sem demitir, em comum acordo, e também reduzimos a carga horária e remunerações de alguns”.

A partir de um Acordo Coletivo firmado junto ao Sindicato dos Empregados (SECEFERGS), baseado na Medida Provisória 936/2020, emitida pelo Governo Federal para o enfrentamento deste momento de calamidade pública, os funcionários vinculados às atividades da Escola de Futebol, Instituto Geração Tricolor, Departamento de Futebol Feminino e das Categorias de Base, assim como, aqueles relacionados às áreas administrativas e de apoio, se enquadraram nas hipóteses de redução de jornada de trabalho e/ou suspensão de contrato de trabalho.

Conforme o acordo, todos os profissionais do clube enquadrados no Piso I e II receberão, durante o período de redução de jornada e/ou suspensão contratual, a integralidade do salário base, inclusive sob a forma de ajuda compensatória do Clube e/ou Benefício Emergencial de Preservação de Emprego e da Renda (“BEPER”). Os demais profissionais, inclusive executivos, independente de enquadramento a que estiverem sujeitos (redução de jornada e/ou suspensão contratual) ou não, irão obter, no mínimo, 75% (setenta e cinco por cento) do respectivo salário base.

“Estamos reduzindo ao máximo todas as atividades que não são estritamente fundamentais ao clube. Precisamos priorizar a questão econômica de curto prazo, mas não podemos esquecer de olhar no horizonte o retorno das atividades. Para isso, precisamos estar estruturados”, pontou Carlos Amodeo.

 

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Grupo de jogadores conclui testes e exames no CT Luiz Carvalho
Maicon faz desabafo nas redes sociais após ação por cobrança de valores contra o São Paulo
Deixe seu comentário