CBF anuncia repasse financeiro para auxílio de clubes e federações

Medidas surgem por conta da paralisação do futebol

Foto: (Lucas Figueiredo/CBF)

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou medidas de apoio financeiro para clubes e federações do futebol brasileiro, diante da paralisação das competições. Ao todo, os R$ 19 milhões repassados irão beneficiar times das séries C e D do Campeonato Brasileiro e ao futebol feminino em suas séries A1 e A2 do Brasileiro.

Confira as medidas:

– Para os 68 clubes da Série D, o auxílio individual será de R$ 120.000,00, num total de R$ 8.160.000,00.

– Para os 20 clubes da Série C, o auxílio individual será de R$ 200.000,00, num total de R$ 4.000.000,00.

– Para os 16 clubes da Série A1 do Campeonato Brasileiro Feminino, o auxílio individual será de R$ 120.000,00, somando R$ 1.920.000,00.

– Para os 36 clubes da Série A2 do Campeonato Brasileiro Feminino, o auxílio por clube será de 50.000,00, com o desembolso total, pela CBF, de R$ 1.800.000,00.

– Para as Federações Estaduais, são R$ 120.000,00 por entidade, num total de R$ 3.240.000,00.

O pagamento dos valores destinados aos clubes será realizado a partir desta terça-feira (7).

Além das medidas de auxílio financeiro, a CBF ainda anunciou a isenção, por tempo indeterminado, aos clubes das taxas de registro e transferência de atletas. A medida deve gerar aos clubes uma economia em torno de R$ 4.000.000,00 nos primeiros três meses de aplicação; o adiantamento de uma parcela de R$ 600.000,00 para os clubes da Série B do Campeonato Brasileiro referentes aos direitos de TV da competição, feito com recursos próprios da CBF, no valor total de R$ 12.000.000, e o adiantamento aos árbitros do quadro nacional do pagamento de uma taxa de arbitragem, calculada a partir da maior taxa paga pela CBF em 2019 para sua categoria, no valor total de R$ 900.000,00.

“Vamos manter os investimentos para permitir a realização das competições previstas para 2020”, diz o presidente Rogério Caboclo. “O nosso maior compromisso para preservar clubes e empregos é fazer a indústria do futebol voltar a funcionar quando a retomada for possível”, completa Caboclo.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Futebol

Compartilhe esta notícia:

Maiores campeões do Campeonato Gaúcho
Após três recursos negados, juiz concede prisão domiciliar a Ronaldinho Gaúcho no Paraguai
Deixe seu comentário