Campeão do mundo com o Grêmio, Valdir Espinosa falece aos 72 anos

Foto: (Fernando Torres / CBF)

Faleceu nesta quinta-feira, Valdir Espinosa, campeão do mundo do pelo Grêmio em 1983. Aos 72 anos, o então gerente de futebol do Botafogo, teve complicações após passar por uma cirurgia na região do abdômen ainda no dia 17, e não resistiu.

Um dos ídolos da história do Grêmio, Valdir começou sua história no futebol como jogador do tricolor. Ainda como atleta, teve passagens por CSA, Esportivo, Caxias e Vitória. Ainda pelo Esportivo, da Serra Gaúcha, começou a carreira como treinador. Na trajetória como técnico levou o Grêmio ao título de campeão da Libertadores e do mundial e 1983.

Valdir ainda deixou seu nome marcado na história do Botafogo, onde estava trabalhando atualmente. Foi sob seu comando que o time encerrou um jejum de 20 anos sem a conquista do Campeonato Carioca, conquistado em 1989.

No currículo, ainda soma experiências pelo futebol internacional como Cerro Porteño, do Paraguai, no Al-Hilal, da Arábia Saudita, e no Tokyo Verdy, do Japão, e Las Vegas City.

 

 

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

O Inter venceu o Tolima por 1 a 0 e está na fase de grupos da Libertadores
Conheça os adversários da dupla Grenal no grupo E da Libertadores
Deixe seu comentário