Bracks reitera tranquilidade na busca de um técnico e reforços: “Não estamos fazendo loucuras”

Em entrevista coletiva, Osmar Loss e Paulo Bracks falaram em entrevista coletiva após a derrota do Inter para o Atlético-MG por 1 a 0

Foto: Ricardo Duarte / S. C. Internacional

O Inter perdeu mais uma no Campeonato Brasileiro 2021. A derrota para o Atlético-MG, no estádio Beira-Rio, colocou o colorado em alerta tendo em vista que em 12 pontos disputados conseguiu somar apenas quatro. Após a partida, o técnico interino, Osmar Loss, e o diretor executivo, Paulo Bracks, falaram em entrevista coletiva esclarecendo algumas questões.

Loss começou falando sobre a possibilidade de ser efetivado para o cargo principal no comando técnico do Inter: “Eu vim para cá para ser o auxiliar da casa. Não gosto de avaliar o futuro. Sou um profissional muito melhor que fui nas outras duas vezes que comandei a equipe, estou muito mais maduro”. Porém, informou que as informações que serão repassada ao possível novo treinador são de ordem privada do Inter.

O interino comentou sobre a declaração de Patrick após a partida: “Não participei da reunião, mas eu converso diariamente com os atletas. Mas a forma como jogamos quem define é a comissão técnica”. Sobre uma possível desorganização nos minutos finais da partida, Loss respondeu: “Eu não vejo desorganização, é reflexo do final da partida. Enfrentamos uma boa equipe. Soubemos empurrar eles para traz, infelizmente não conseguimos empatar o jogo”.

Logo após Osmar Loss falar com a imprensa, foi a vez do diretor excutivo, Paulo Bracks. Com certeza, a maior pauta imposta nas perguntas foi sobre o novo treinador que o Inter busca no mercado: “Para definição de um treinador tem que ser analisado vários fatores. Por isso estamos trabalhando muito para termos um nome que vá nos dar aquilo que esperamos.” O dirigente frizou que em relação a um prazo, será quando a comissão entender que encontraram o nome certo. A respeito de alguns nomes especulados como Diego Aguirre, Marco Silva e Lisca, Bracks respondeu: “Eu não vou confirmar nomes e nem negar. Isso é um trabalho interno, respeito o que saí na imprensa e o que o torcedor comenta, mas não irei comentar nenhum nome”.

Questionado acerca de novos reforços, Paulo Bracks reiterou estar tranquilo com a situação: “Acreditamos no nosso elenco, na qualidade que temos. O trabalho com a base, mesmo com a troca da comissão técnica. Não estamos fazendo loucuras pelas questões financeiras que o clube passa”. Ainda sobre um novo treinador, o dirigente respondeu relacionando o estilo de jogo propositivo que a direção procura em um novo comandante: “Nós temos uma linha, mas obviamente não podemos ignorar o que aconteceu de equívocos anteriormente. Temos um perfil, vamos analisar varias variáveis para definir o nome”.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Inter é derrotado em casa por 1 a 0 para o Atlético-MG
Sport x Grêmio: Escalações, momentos, arbitragem e transmissão
Deixe seu comentário