As diferentes versões da rescisão de Maicon com o Grêmio

Maicon e Grêmio divulgaram em comum acordo a rescisão contratutal de ambas as partes na noite dessa segunda-feira

Foto: (Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Na noite dessa segunda-feira (31), Maicon e Grêmio divulgaram a rescisão de contrato entre ambas as partes. O fato ocorreu de maneira consensual, porém, ao contrário do que foi divulgado, a decisão partiu do clube gaúcho, e não do jogador. O ídolo e capitão gremista deixa o tricolor após defender as cores nas últimas sete temporadas.

Após a divulgação do novo acordo entre o clube e o jogador, o empresário de Maicon, Jorge Machado, falou em entrevista para o programa Cadeira Cativa sobre a decisão: “Não foi um rompimento, foi em comum acordo. Se vocês lembrarem, quando a gente renovou o último contrato, o próprio Maicon falou que no momento que ele sentisse que não poderia mais contribuir com futebol e saúde física (romperia seu contrato)”. Machado comentou que com os fatores da lesão e o momento de pressão no clube pesaram para o jogador conversar com o Grêmio.

No último final de semana, o meio-campista fez sua última partida com camisa gremista no confronto diante do Corinthians. Na ocasião, o jogador se envolveu em polêmica confrontando o árbitro Ricardo Marques Ribeiro, e acabou sendo expulso. Contudo, Jorge Machado não encerrou a história de Maicon com o tricolor: “Acabou o ciclo técnico, de atleta. A gente sabe que muito pode acontecer ainda, vimos o Renato (Portaluppi) voltar para o Grêmio como técnico, é uma das suas pretenções”. Além disso, o empresário concluiu sobre o futuro do atleta: “Não está encerrando a carreira ainda, pois não foi premeditado”.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Em suas redes sociais, Maicon declara seu amor ao Grêmio: “Torcida tricolor, sempre serei um de vocês”
Kaique Rocha mostra empolgação em sua chegada ao Inter: ”Uma sensação indescritível.”
Deixe seu comentário