Argel exalta o time e salienta a versatilidade que a equipe teve no jogo contra o Galo


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

O Internacional venceu e venceu bem o Atlético Mineiro nessa noite. Com um padrão de jogo bem definido, com intensidade e marcação encaixada, o colorado soube explorar as fraquezas de um adversário que está em crise, na zona de rebaixamento. Na coletiva, o técnico Argel explicou como chegou na equipe ideal para enfrentar o Galo.

” A gente respeita o adversário, mas temos uma identidade própria. E quando o Atlético mudou e tirou um volante para por o Carlos e o Patric como pontas é para travar os nossos laterais que apoiam muito. E o mais importante foi que a gente buscou um repertório diferente. Tanto que a gente joga pelos lados sim, mas também jogamos pelo meio também. Os nossos jogadores, principalmente o quarteto da frente, são jogadores que tem uma versatilidade muito grande”.

O treinador também comentou sobre a preparação física dos atletas, que vem surpreendendo nos últimos jogos, com um número bem inferior de atletas lesionados em comparação com o mesmo período do ano passado.

”Já vamos aí três semanas ai sem ninguém no departamento médico. A capacidade física dos nossos atletas vem muito boa. É gostoso de ver um Géferson depois de 7, 8 meses entrar e fazer uma partida do nível técnico que ele fez hoje. O Dourado estava a praticamente a dois meses e meio sem jogar uma partida e hoje parace que estava na última partida contra o América”, expôs o comandante.

 

Acompanhe a entrevista na íntegra:

Comentários