Após resultado elástico e classificação quase garantida, Renato fala: “Não se pode brincar”

O Grêmio está virtualmente classificado para a próxima fase da Copa Libertadores da América

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O Grêmio ontem praticamente garantiu sua vaga na próxima fase da Copa Libertadores 2021. A goleada em cima do modesto time peruano, Ayacucho, deixou os tricolores com um placar folgado para o jogo de volta mesmo sendo na altitude do Equador.

Renato Portaluppi, ao final do jogo, em entrevista coletiva, comentou sobre o que achou da atuação do seu time.

O JOGO 

A goleada começou cedo na Arena do Grêmio, David Braz marcou o primeiro logo aos quatro minutos de partida. Em busca da classificação, o tricolor mesmo diante de um adversário visivelmente mais fraco, não tirou o pé e tentou a todo instante aumentar a vantagem no placar. “Mesmo que nosso adversário não tenha a qualidade de outras equipes, nós encaramos com seriedade e os respeitamos. Fizemos score e isso é importante”, comentou o técnico gaúcho. Ainda, o treinador manteve os pés no chão e afirmou que em Pré-Libertadores não se pode brincar.

VIRAR A PÁGINA

Esta foi a primeira partida do Grêmio desde que perdeu a final da Copa do Brasil para o Palmeiras. A vitória, ainda mais com o placar elástico, acalmou os ânimos da torcida tricolor, assim como da comissão técnica, que puderam esquecer um pouco da dor de ter ficado com o vice-campeonato da competição nacional. Sobre. Renato Portaluppi falou, “Importante também termos virado a página de domingo, corrigirmos os erros e tomando providências, que já estão sendo tomadas”.

COMPARAÇÃO À CHAMPIONS LEAGUE

Antes da vitória tricolor, na terça-feira (09) a Juventus de Cristiano Ronaldo, e ontem (10), o Barcelona de Lionel Messi, foram eliminados da Champions League. Esta será a primeira vez desde 2005 que as quartas de finais da competição continental não terá nenhum dos dois jogadores disputando.

Pegando o gancho sobre o mau momento que vive as duas equipes, Renato Portaluppi trouxe a comparação para aos arredores do bairo Humaitá, “Problemas todo mundo tem. Ontem eu vi a poderosa Juventus ser eliminada da Champions, hoje eu vi o poderoso Barcelona ser eliminado da Champions. Todos tem problemas, por que o Grêmio não teria?”, quentionou.

FOLGA AOS JOGADORES

A temporada 2020 do Grêmio foi terminar há apenas cinco dias atrás. Por conta da pandemia, e também por causa da final da Copa do Brasil, o grupo de jogadores do tricolor não tiveram descanso e tiveram de colar uma temporada na outra. O placar alto e a classificação quase que certeira no Equador, dá ao Grêmio uma boa chance de recondicionar seus atletas dando as folgas que necessitam. Abordado sobre, Renato comentou do tema, “Eu tenho conversado bastante com o presidente e com o amodeo. Fica impossível, se não der uma folga para os jogadores, depois não vai mais ter tempo”.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Ministério Público denuncia pela quarta vez a gestão de 2015/2016 do Inter
A ida de Guilherme Pato por empréstimo ao Cuiabá
Deixe seu comentário