Após 2 anos, Dourado volta a marcar e chega a 10 gols com a camisa colorada

Foto: Ricardo Duarte / S.C.Internacional

Rodrigo Dourado, vestindo a braçadeira de capitão, na vitória de 2 a 1 sobre o Bahia, conseguiu comemorar um gol marcado após mais de 2 anos. O jogador, campeão olímpico em 2016, abriu o placar na partida contra o Bahia em um gol simbólico, marcando de vez a retomada à titularidade colorada.

Dourado sempre foi uma das grandes apostas coloradas dos últimos anos, no entanto, uma parada forçada por lesão no joelho esquerdo, o tirou dos gramados por mais de 450 dias. E transformou seu retorno uma incógnita.

Foram 884 dias sem marcar, desde o dia 5 de setembro de 2018, na vitória do Inter sobre o Flamengo por 2 a 1, no Beira-Rio. O gol sobre o Bahia, veio nos minutos finais do primeiro tempo, em uma cobrança de escanteio. O lateral Uendeu cobrou, e o volante subiu de cabeça para desviar a bola que encobriu o goleiro Douglas.

No intervalo, Dourado concedeu uma rápida entrevista no final do primeiro tempo, comemorando o momento positivo. ”Estou muito feliz. Marcar esse primeiro gol depois do retorno é algo muito gratificante. Agora vamos para o segundo tempo para sair daqui com a vitória.”, disse o capitão.

O volante retornou aos gramados no dia 15 de outubro, na vitória de 5 a 3 sobre o Sport ainda sobre comando do técnico Eduardo Coudet. Na Ilha do Retiro, Dourado se emocionou ao deixar para trás uma torturosa recuperação.

Após o jogo, ainda viveu um tempo na reserva com Coudet. No retorno de Abel Braga, consolidou a titularidade, utilizando a faixa de capitão.

Com a vitória sobre o Bahia, o Inter se manteve na 4ª posição, com 47 pontos. O Colorado tem 11 dias até a próxima partida. A equipe só retorna dia 7 de janeiro, contra o Ceará, na Arena Castelão.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Após vitória contra o Bahia, permanência de Abel Braga no comando colorado segue indefinida
Abel Braga fica no comando colorado até o final do Campeonato Brasileiro
Deixe seu comentário