Apático, Grêmio cai mais uma vez


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

Grêmio e Rosario Central se enfrentaram hoje (05) para ver quem passaria às quartas de final da Libertadores. O tricolor, após ter perdido por 1 a 0 em casa, buscava reverter o placar e seguir vivo na competição. Mas nem mesmo com o time completo e uma semana inteira de preparação fez com que o time do Humaitá se superasse e vencesse o bom time do Rosário. O que se viu foi mais uma péssima atuação gremista e sua eliminação, pode-se dizer, precoce da competição, de um time que terminou o Brasileirão por cima e prometia mais.

Primeiro tempo

A primeira etapa foi uma morte lenta para os tricolores. Logo no início, o primeiro golpe canalha. Em mais uma falha da defesa, Marco Ruben mandou para as redes. Dessa vez, o atacante argentino se posicionou entre os dois zagueiros e empurrou para o gol após cruzamento de Montoya. O Grêmio, apático, seguiu sem levar perigo ao Rosario. Sem surpresas, o tricolor fazia um jogo previsível, e cometia muitos erros de passes. Walace e Maicon continuaram a cometer as mesmas falhas das partidas anteriores, sem o devido capricho nos passes.  Quando o Grêmio parecia estar se encontrando no Gigante de Arroyto, Marcelo Hermes cometeu pênalti juvenil em Cervi. O centroavante Marco Rubem, de novo, pôs mais um prego no caixão tricolor, após uma bela cobrança da penalidade. O jogo seguiu e com ele a passividade tricolor, até o fim do primeiro tempo.

Segundo tempo

E na segunda etapa, o filme de terror continuou para os tricolores, e com grande emoção para os Rosarienses. O técnico Roger até tentou dar novo ânimo a equipe, com a saída de Douglas, muito apagado no primeiro tempo e Bolaños, que era o melhor em campo do lado tricolor. E, novamente, a defesa, falhou. Em cobrança de escanteio, o zagueiro do Rosário, Donati, cabeceou livre e sacramentou a derrota gremista. Ainda que tivesse feito três gols nos adversários, o time do técnico Eduardo Coudet era incansável, e continuou a procurar a meta de Grohe. O conformado Grêmio de Roger ainda teve uma chance de diminuir a vantagem com Maicon, que dentro da área, chutou em cima de Sosa.

Como fica

Com a derrota no Gigante de Arroyito, o tricolor acumula sua quarta eliminação seguida nas oitavas de final em 16 participações na Libertadores. O próximo desafio do Grêmio é contra o Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro, no dia 15 de maio. O Rosário Central enfrentará nas quartas de final, o Atlético Nacional-COl, que teve a melhor campanha da primeira fase da Libertadores.

 

Ficha técnica

Gols: Marco Rubem (2); Donati.

Rosário: Sosa; Salazar, Donatti, Burgos e Pinola; Montoya (Alvarez), Musto (Romero), Cervi e Fernández; Herrera e Rúben (Celso). Técnico: Eduardo Coudet.

Grêmio: Marcelo Grohe; Ramiro, Pedro Geromel, Fred e Marcelo Hermes; Walace, Maicon, Giuliano, Douglas (Pedro Rocha) e Luan; Miller Bolaños (Bobô). Técnico: Roger Machado.

Local: Estádio Gigante de Arroyito. Arbitragem: Enrique Caceres, com Carlos Caceres e Dario Gaona (trio paraguaio). Cartões amarelos: Musto (R); Geromel, Maicon e Walace (G).

 

Comentários