Alvo do Boca, Paolo Guerrero indica preferência ao Inter: “Meu objetivo é estar aqui”

Além de comemorar a vitória no apagar das luzes e no encerramento da temporada, o torcedor colorado pode ter ganho um alívio a mais quanto a situação de um dos atletas do elenco do seu time. Após a partida contra o Atlético-MG, o centroavante Paolo Guerrero afirmou que seu objetivo é permanecer no Inter. O peruano é alvo de interesse do Boca Juniors.

“O torcedor merecia uma vitória hoje. Não podíamos sair sem ganhar hoje. Graças a Deus tentamos e conseguimos. Tenho contrato para o ano que vem. Estou feliz aqui. Meu objetivo é estar aqui e planejar que o próximo ano possa ser melhor”, declarou o peruano, na saída de campo do Beira-Rio.

Nas última semana, dirigentes do clube argentino estiveram em contato com representantes de Guerrero para delimitar parâmetros de salário e tempo de contrato que o jogador gostaria, além de estimar a pedida do Inter em uma eventual transferência. A direção do colorado, por sua vez, diz não ter recebido nenhum contato do time de Buenos Aires e diz ter garantias sobre a permanência do camisa 9 em Porto Alegre. Guerrero tem contrato até 2021 com o Inter, e a multa rescisória não tem valor fixado, no modelo de negócio é o clube gaúcho que estipula o valor.

A contratação de Paolo Guerrero foi destaque durante as eleições do Boca, que terminou neste domingo, com vitória da chapa de  Jorge Amor Ameal e Mario Pergolini, com o ídolo xeneize Juan Román Riquelme como segundo vice-presidente. Os candidatos mostravam preferência em contar com o camisa 9.

Anunciado em agosto de 2018 pelo Inter, Guerrero passou por momentos de “pesadelo” até ser destaque no time. Oito dias após a apresentação no Beira-Rio, Guerrero teve o direito de jogar suspenso. Uma decisão da Justiça suíça revogou a liminar que permitia a atuação do jogador. A partir dali, iniciou-se a busca do jogador para provar sua inocência e retomar o direito de voltar a jogar futebol. Mas os recursos não foram aceitos.

Paolo Guerrero precisou cumprir a punição inicial de 14 meses aplicadas pelo TAS e só voltou aos gramados em abril deste ano.Após ficar meses longe de seu oficio, Guerrero entro em campo no dia 6 de abril. Logo na data em que o estádio colorado completava 50 anos, o camisa 9 estreou pelo Inter e de cara marcou seu primeiro gol, que colocou o time na final do Campeonato Gaúcho. De lá para cá, são 41 jogos e 20 gols marcados.

Foto: (Ricardo Duarte/S.C.Internacional)

Voltar Todas de Futebol

Compartilhe esta notícia:

Confira quanto a dupla Grenal lucrou com a premiação do Campeonato Brasileiro
Executivo do Grêmio indica que renovação com Renato Portaluppi está próxima
Deixe seu comentário