Adversário da dupla, técnico do América de Cali, Alexandre Guimarães mantém confiança na classificação em grupo “complicadíssimo”

Foto: (Divulgação/S.C.Internacional)

Adversário da dupla Grenal na fase de grupos da Copa Libertadores, o América de Cali, da Colômbia, vive a mesma situação de paralisação das atividades no futebol. Comandado pelo brasileiro, Alexandre Guimarães, o clube tenta manter as atividades de forma virtual e segue sem previsibilidade do retorno, conforme relatou o técnico em entrevista exclusiva à Rádio Grenal.

Atualmente vivendo na Costa Rica, o treinador explica que a comissão técnica tem mantido contato com os jogadores através de treinamentos virtuais e passado algumas orientações, também sobre o aspecto de alimentação do elenco: “Rodrigo Poletto (preparador físico) trabalha com eles, faz o treinamento virtual. Estamos em contato com a nutricionista do clube para controlar essa situação também. Assim temos feito durante todo esse mês, esperando novidades da Colômbia de quando retornaria o campeonato, os treinamentos. Tudo isso está em um impasse, ninguém sabe nada.”

Enquanto não há uma data definida ainda para o retorno do futebol, Alexandre indica que as previsões das competições está estimada em meados de junho.

Adversário de Grêmio e Inter na fase de grupos da Copa Libertadores, o treinador também comenta sobre o encontro com as equipes. Logo na estreia da competição, a equipe sofreu o revés de 2 a 0 para o tricolor. O resultado negativo trouxe lições para o time colombiano, que voltou a competição das américas após 11 anos.

“Nós sabíamos que mesmo jogando em casa iriamos jogar contra um time como o Grêmio, experiente nessa competição, que tem continuidade de trabalho com o Renato (Portaluppi). Sabíamos da qualidade dos jogadores e do tipo de jogo. Então, nosso o aprendizado principal foi a confiança. Jogando da maneira como jogamos podemos ser competitivos em um grupo como esse que é muito competitivo. Ter Grêmio e Inter no mesmo grupo em fase de grupos da Libertadores é complicadíssimo. Nós estamos firmes nas nossas possibilidades, que continuam sendo boas com a vitória contra U. Católica”, declarou Alexandre Guimarães.

Rodada contra o Inter

Caso a Libertadores não fosse suspensa, o próximo adversário da equipe colombiana seria contra um outro gaúcho, o Inter, no estádio Beira-Rio.

“Eles vinham com muita motivação. Conseguiram a classificação e no primeiro jogo contra a U. Católica souberam aproveitar muito bem os erros e fizeram um belo jogo contra o Grêmio. Todos nós estamos naquela intenção, prevendo sem treinar. A Libertadores para o América, depois de tantos anos sem participar, é importantíssima. Esse jogo contra o Inter será importantíssimo,  esse ingrediente no próximo jogo contra o Inter, porque depois estaremos jogando em casa”, avaliou o técnico do América de Cali.

Disputa pela classificação

Com apenas um ponto atrás da dupla Grenal, que divide as duas primeiras posições, somando quatro pontos cada, o treinador vê grandes disputas até o final da fase de grupos, que parou em sua segunda rodada: “Grêmio e Inter estão com um ponto a mais que nós. Os jogos que faltam vão ser jogos muito disputados.”

Ouça a entrevista na íntegra:

 

 

 

 

 

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Entrevistas Especiais

Compartilhe esta notícia:

Técnico Odair Hellmann cita frustração pela perda da Copa do Brasil e revela desejo de retornar ao Inter para ‘fechar a régua’
Zico comenta sobre chegada de Eduardo Coudet ao Inter e explica mal entendido ao comentar sobre Pepê, do Grêmio
Deixe seu comentário