”A situação é difícil e foi a gente que criou”, afirma Anderson


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

O momento do Inter não é bom e a crise no clube se arrasta desde o primeiro semestre. Anderson foi o escalado para a entrevista coletiva nesta manhã, após o treino no estádio Beira-Rio e avaliou a situação do Colorado.

”A situação é difícil, foi a gente que criou essa situação.  A gente perdeu muitos pontos em casa. Perdemos pontos contra o Vitória, Santa Cruz. A gente, agora, nesse momento, é ter consciência do erros, esquecer, que com todo o respeito, a merda já está feita e temos que concentrar nesses dois jogos”.

Anderson e Nico em treinamento. Foto: Ricardo Duarte/Inter
Anderson e Nico em treinamento.
Foto: Ricardo Duarte/Inter

O meia também pediu que a torcida compareça contra o Cruzeiro e apoie o time. Segundo ele, ”só quando estiver morto deixará de acreditar na salvação do Inter”.

”Todo jogador sabe a situação do Internacional nesse momento. Lógico que violência não leva a lugar nenhum nesse momento. A gente precisa deles domingo. É importante pra clube. A gente sabe que tem que dar mais. Os 3 pontos, a gente sabe, são muito importantes para a gente permanecer na série A. Não apenas esse jogo, como o do Fluminense. E nesse domingo a gente precisa deles. Eu sei que é difícil, mas, eu, só quando estiver morto para deixar de acreditar. Tem certas situações do jogo que a gente erra, às vezes é azar”.

Acompanhe a entrevista coletiva de Anderson: 

 

Comentários