Inter empata com Coritiba no Beira-Rio, mas segue na liderança do Brasileirão

Tudo igual no Beira-Rio.

Foto: Ricardo Duarte / S.C. Internacional

O Internacional enfrentou o Coritiba no Estádio Beira-Rio na tarde deste domingo (8) pela 20ª rodada do Brasileiro. Por duas vezes, o time da casa esteve na frente do Coxa, mas a partida terminou empatada: 2 a 2.

O time gaúcho, que teve Heitor expulso e jogou praticamente todo segundo tempo com dez atletas, pode perder a liderança do campeonato com a conclusão da rodada. Se o Flamengo vencer o Atlético-MG, ultrapassa o Colorado. Em caso de empate ou vitória do Galo, os comandados de Eduardo Coudet seguem em primeiro.

A equipe colorada soma 36 pontos. O Coritiba, fora da zona de rebaixamento, tem 20.

Na quarta-feira (11), o Inter tem compromisso na Copa do Brasil contra o América-MG. Já o Coxa joga apenas na segunda-feira (16), contra o Bahia, pelo Brasileiro.

No jogo deste domingo, o Internacional manteve seu padrão de jogo. Utilizando os caminhos que caracterizam o time de Eduardo Coudet, o Colorado tratou de pressionar o Coritiba desde o início do jogo. Encontrou dificuldades logo de cara pela postura defensiva do rival. Aos poucos, passou a criar oportunidades e abriu o placar em um cruzamento para área. No segundo tempo, viu o jogo mudar em 10 minutos. O Coritiba empatou, Heitor foi expulso, e o cenário de tranquilidade virou totalmente. Inter e Coritiba marcaram, e o jogo ficou aberto até o final.

Já o Coritiba tratou de se defender. Desde o primeiro minuto, recuou suas linhas e tentou proteger a meta de Wilson. Conseguiu durante um bom tempo, e até ameaçou nos contra-ataques. Ricardo Oliveira acertou a trave. No começo do segundo tempo, com a mesma estratégia, empatou o jogo. Minutos depois ficou com um jogador a mais após a expulsão de Heitor. Houve mais dois gols e a emoção tomou conta dos dois times até o fim.

Primeiro tempo

Com posse de bola de 65% no primeiro tempo, o Inter ditou o ritmo da partida, mas encontrou certa dificuldade para vencer o ferrolho armado pelos visitantes, que em muitos momentos se postavam com praticamente todo o time atrás da linha da bola. O Coritiba chegou uma vez com força, em rápido contra-ataque que terminou com Ricardo Oliveira acertando a trave.

O Colorado apostava nas jogadas pelas laterais do campo, com Heitor e Moisés abusando dos cruzamentos para a área. Foi justamente na bola aérea que chegou ao gol: aos 32min, Yuri Alberto, substituto do artilheiro Thiago Galhardo, foi preciso no cabeceio após boa assistência de Heitor e fez 1 a 0.

Segundo tempo

O segundo tempo começou com um duro golpe. Logo aos dois minutos, Giovanni Augusto igualou o marcador para o Coxa. Para complicar, minutos depois, Heitor recebeu o cartão vermelho. Mesmo assim, o Inter encontrou forças e chegou ao segundo gol aos 12 minutos. Nonato, que recém havia entrado no jogo, aproveitou a sobra após arremate de Patrick e fez 2 a 1. Porém, aos 28 minutos, Sabino empatou novamente para o Coritiba. Mesmo com um jogador a menos, o Colorado buscou até o final o gol da vitória, mas o duelo acabou mesmo em 2 a 2.

Foi bem

Sabino foi importante na defesa e no ataque para o Coritiba. O jogador marcou o segundo gol do time visitante e ainda fez boa partida protegendo a meta de Wilson.

Foi mal

Heitor fazia boa partida e tinha dado assistência para o gol do Inter. Mas em poucos minutos ganhou amarelo no gol sofrido pelo Colorado e levou vermelho após uma dividida com Robson. O lateral alegou que tentou “fugir” de um carrinho e acabou caindo sobre o adversário. O árbitro, após consultar as imagens no VAR, apresentou o vermelho direto.

Yuri Alberto

Escolhido para ocupar o posto de Thiago Galhardo, Yuri Alberto não decepcionou. Com presença de área e força, marcou o primeiro gol da partida, de cabeça.

Ficha técnica

Internacional (2): Marcelo Lomba; Heitor, Zé Gabriel, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Lindoso (Musto), Marcos Guilherme (Nonato), Edenilson e Patrick; Yuri Alberto (Rodinei) e Abel Hernández. Técnico: Eduardo Coudet.

Coritiba (2): Wilson; Jonathan, Rodolfo Filemon (Henrique Vermudt), Sabino e Mattheus Oliveira (Yan Sasse); Matheus Sales, Hugo Moura, Giovanni Augusto (Ramón Martínez), Robson e Neilton (Nathan); Ricardo Oliveira (Rodrigo Muniz). Técnico: Rodrigo Santana.

Gols: Yuri Alberto (I), aos 32min do primeiro tempo, Giovanni Augusto (C), aos 2min do segundo tempo, Nonato (I), aos 12min do segundo tempo, Sabino (C), aos 28min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Rodolfo Filemon, Yan Sasse, Rodrigo Muniz (C); Heitor, Musto (I).

Expulsão: Heitor (I).

Arbitragem: Dyorgines Padovani de Andrade, auxiliado por Fabiano da Silva Ramires e Vanderson Antonio Zanotti. VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro, do Rio Grande do Norte.

Estádio: Beira-Rio.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Retorno de Marcos Guilherme, ausência de Galhardo e Yuri Alberto: o provável Inter para enfrentar o Coritiba
Coudet de saída: técnico é monitorado por espanhóis e pode estar perto de deixar o Inter
Deixe seu comentário