VÍDEO: Árbitro de Inter e Santos, Ricardo Marques Ribeiro é hostilizado em aeroporto de Porto Alegre


Por: Valéria Possamai,

As confusões envolvendo a comissão de arbitragem da partida entre Inter e Santos ainda repercutiram nesta segunda-feira. Depois da confusão na saída do vestiário, o árbitro Ricardo Marques Ribeiro recebeu novas retaliações. O juiz foi hostilizado por um torcedor durante o embarque no aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre.

Assista o vídeo:

As confusões envolvendo o árbitro tiveram inicio na saída do túnel, ainda na noite de ontem no Beira-Rio. Dirigentes do Inter questionaram a atuação do árbitro, por conta da polêmica do gol anulado de Damião.

A reportagem da Rádio Grenal ainda trouxe com exclusividade, após o termino da partida, o início das confusões no vestiário, no estádio Beira-Rio. Veja o vídeo:

As retaliações na saída de campo foram relatos em súmula, pelo árbitro. “Relato que após o término da partida, o treinador da equipe do S.C.Internacional, Sr. Odair Hellmann, invadiu o campo de jogo, se dirigindo ao sexteto de arbitragem e de forma não agressiva, proferiu as sefuintes palavras: “Isto é um absurdo. Vocês demoraram 10 minutos para definir o lance e erraram feio. O lance foi muito claro. vocês erraram e definiram o campeonato. Eu cobro a presença do var em todas as minhas entrevistas, mas vocês ano podem demorar 10 minutos para definir ma jogada com esta. Fomos prejudicados mais uma vez”.

O juiz Ricardo Marques Ribeiro registou ainda as ofensas recebidas pelo executivo de futebol do Inter, Rodrigo Caetano. “Após o termino da partida, quando o sexteto de arbitragem se dirigia para o vestiário e passando pela zona mista fomos abordados pelo Sr. Rodrigo Vilaverde Caetano, gerente executivo de futebol do S.C. Internacional, que proferiu, em tom agressivo, as seguintes palavras: “vocês vão parar por que?” vocês decidiram o campeonato, erraram feio, seu safado, absurdo o que vocês fizeram aqui hoje”.

O árbitro segue o relato, descrevendo ainda que também proferiu palavras contra o dirigente. “Eu, Ricardo Marques Ribeiro, árbitro da partida, respondi em alto e bom som e repetidas vezes, com as seguintes palavras “você me respeita, respeite a minha instituição, eu nunca faltei com respeito a você. Eu exijo respeito, por favor, respeito.”

A discussões foram capitadas pela repórter Ana Aguiar. Ouça o áudio:

 

Foto:(Reprodução/Divulgação)

Comentários