Uendel vê jogo “atípico” contra o Flamengo e valoriza trabalho do técnico Odair


Por: Valéria Possamai,

Em semana marcada por um jogo de polêmicas com o Flamengo, na última quarta-feira, o Inter já reapresentou nesta manhã visando o próximo compromisso contra o Palmeiras. Na busca pelas primeiras colocações da tabela do Campeonato Brasileiro, o colorado sabe que terá uma “nova decisão” no domingo, pela busca de três pontos, jogando no Beira-Rio.

Ainda recente, o jogo no Rio de Janeiro teve uma avaliação considera atípica pelo lateral Uendel, que concedeu entrevista coletiva, nesta sexta-feira, que destacou que o time está em boa colocação no campeonato e tem condições de buscar algo a mais na competição. “A situação é boa no Campeonato, estamos no G-4. Não tem motivos para ter desiquilíbrio em relação a isso. É normal depois da perda de um título ter aquele baque normal de um ou três dias. Esse jogo do Flamengo foi totalmente atípico. Teve questões de expulsões. Mas acredito que nosso mental esta preparado para o restante do campeonato. Pensamos jogo a jogo. Esse jogo contra o Flamengo era muito improntante visando o título, duelo direto de seis pontos. Infelizmente perdemos, o Flamengo abriu uma vantagem muito grande. Mas nada está perdido. Temos muitas coisas para disputar.”

A partida no meio de semana também esteve marcada por reclamações contra a arbitragem. O lateral-esquerdo afirmou que é a favor do VAR, mas pontou a falta de análise no monitor do árbitro na partida contra o Flamengo, no lance envolvendo o Guerrero. No entendimento do time, houve pênalti que não foi marcado. “Sou a favor (do VAR). Acho que veio para nos ajudar. É uma coisa nova que precisamos aprimorar, como toda mudança no futebol que precisamos de adaptar. Toda rodada tem algum tipo polemica. Vimos o lance do Guerrero, contra o Flamengo, nem os próprios comentaristas de arbitragem tiveram a mesma opinião sobre o lance. Nossa opinião foi pênalti. Poderia ser ao menos ser revisto o lance. É algo novo, precisa um pouco de paciência. Acredito que no longo prazo vai ser algo benéfico.”

Em sua marcada por demissões de técnicos entre os times brasileiros, Uendel destacou o bom trabalho do Odair Hellmann e descartou qualquer tipo de pressão sob o comandante mesmo com algumas criticas, principalmente após a perca do título da Copa do Brasil.

“Cada demissão tem sua história. Difícil generalizar. Nosso trabalho vem sendo muito bom desde que o Odair assumiu. Fizemos um bom Brasileiro no ano passado, uma ótima Copa do Brasil, estamos bem no Brasileiro. O jogo de domingo é importante por causa da tabela e não por outro tipo de questão”, declarou o jogador.

Ainda neste sábado, o elenco realiza uma última atividade antes da rodada do Campeonato Brasileiro. Inter e Palmeiras se enfrentam no domingo, às 16h, no estádio Beira-Rio.

Foto: (Ricardo Duarte/S.C.Internacional)

Comentários

>