Tite diz que condições do gramado da Arena são “absurdas”


Por: Valéria Possamai,

Em uma noite de sufoco na Arena do Grêmio, o Brasil empatou em 0x0 com o Paraguai no tempo regulamentar e garantiu a classificação para semifinal nos pênaltis. No entanto, o gramado voltou a ser pauta e o técnico Tite não poupou críticas ao estado do campo do estádio tricolor.

Durante a entrevista coletiva, Tite destacou a dificuldade para combinar jogadas com a bola no chão e avaliou a situação como absurda. “É absurdo, em alto nível, ter um campo com tamanha dificuldade para tocar. A bola entra no pivô, o cara tem que dar três toques para tocar. É absurdo. Alto nível não consegue em qualquer lugar. Sem justificar nada. Estou falando do espetáculo, é sempre em dois, três tempos”.

Arena esclarece situação do gramado após críticas na Copa América

A Arena já vinha sendo alvo de críticas por outras seleções e atletas como Messi, Suárez e o técnico do Catár, Félix Sánchez. Mas na noite de ontem (27), a Seleção Brasileira também sofreu com os efeitos do campo. O atacante gremista, Everton Cebolinha, destacou que “dessa vez estava pior”: “atrapalha um pouco o estilo de jogo da Seleção e do Grêmio, que é de toque de bola. Eu conheço o gramado da Arena, tinha passado informações aos colegas de Seleção, mas quando chegamos hoje aqui, estava pior do que eu tinha falado.”

(Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

*Em colaboração com O Sul

Comentários

>