Substituto de Renato lamenta condições do gramado, mas vê resultado satisfatório contra o Brasil


Por: Valéria Possamai,

O empate diante do Brasil de Pelotas foi considerado satisfatório pelo auxilar Victor Hugo Signorelli, que substituiu Renato Portaluppi nesta rodada. “Considero um resultado normal dentro das possibilidades. Lógico que viemos aqui buscar os três pontos, porém foi um jogo difícil, o campo também não ajudava muito no nosso tipo de jogo. Mas continuamos líderes. Foi satisfatório”, avaliou.

O auxiliar técnico também comentou alguns lances polêmicos da arbitragem. Na visão de Signorelli, a expulsão de Juninho Capixaba acabou se tornando injusta. ” Ele (Kannemann) falou que foi puxado. Mas eu não tenho como confirmar isso, estava longe. Em relação à expulsão, eu tenho uma opinião: se o Juninho não pula, sofria uma contusão séria, porque o jogador chegou com uma força desproporcional. O primeiro cartão eu achei injusto, ele (árbitro) acabou tendo que dar o segundo. O Juninho teve que se proteger e não tentar cavar uma falta.”

O empate em 0 a 0 consolidou mais uma partida sem tomar gols no Estadual. A equipe soma apenas um gol sofrido em sete partidas disputadas, o que é resultado do trabalho de todos os setores do time, conforme exaltou o auxiliar. “Todos muito bem. Desde lá na frente a marcação estava boa, fazendo pressão. O Paulo Miranda mais uma vez fez uma boa partida”.

Com o resultado nesta sétima rodada do Gauchão, o tricolor chegou aos 17 pontos e se mantém na ponta da tabela. O time volta à campo na próxima segunda-feira (25), às 20h, contra o Veranópolis, na Arena.

Foto:(Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

 

 

 

Comentários

>