Sobre Pepê, Renato volta a responsabilizar o empresário por queda de rendimento: “Foi falar em propostas e deu no que deu”

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Ainda na entrevista coletiva após a derrota de 1 a 0 no Grenal 429, Renato Portaluppi fez duras críticas à arbitragem. Com lances polêmicos, o clássico foi marcado também por algumas atuações apagadas de ambas equipes. Um dos goleadores do Grêmio na temporada, Pepê, foi um destes. O jogador não teve muita aparição em campo e foi substituído no segundo tempo.

Pepê se manteve discreto, longe de suas melhores atuações e pouco ameaçou o gol do rival colorado. Na sequência, em entrevista coletiva, questionado sobre o desempenho do atleta, Renato pediu que a pergunta fosse repassada ao empresário do jogador.

”Tem certas coisas que eu falo somente com o presidente, com a diretoria. Trocamos ideias aqui dentro, resolvemos problemas aqui. Não adianta expor algumas coisas que acontecem dentro do clube. Uma pergunta que vocês poderiam fazer é para o empresário do Pepê. Ele vinha jogando, nos ajudando, fazendo gols, tendo grandes atuações. Foi só falar que tinham várias propostas que deu no que deu.”, declarou Renato.

Pepê tem sido alvo de clubes europeus desde outubro, no entanto, na atual janela de transferência virou ainda mais destaque. O Porto, de Portugal, negocia com o Grêmio pelo jogador. 

Por outro lado, o presidente Romildo Bolzan também falou sobre uma possível saída do atacante e quanto isso tem refletido em seu desempenho nos gramados:

Quanto à situação do representante do Pepê, é uma pessoa que se relaciona com o Grêmio, se relacionam bem. Estamos tratando de uma possível negociação sim. Ele é um dos responsáveis pela negociação, que pretendemos concluir num momento oportuno e anunciar num momento oportuno se por acaso as coisas andarem.”, afirmou o presidente.

O Grenal abaixo do jogador, não foi a primeira partida, e nem a primeira reclamação de Renato sobre seu empresário. Na vitória do Grêmio sobre o Bahia, no último dia 6 de janeiro, o técnico gremista criticou a postura do empresário, numa forma de aconselhá-lo.

”Lógico que contamos com o Pepê. É jogador do Grêmio, tem contrato com o Grêmio. O próprio empresário pode pensar com inteligência, quem sabe valorizar ele mais. Os empresários tem se aproveitado muito dos clubes.”, disse Renato, na ocasião.

Pepê deve seguir no Grêmio até a final da Copa do Brasil contra o Palmeiras, ainda sem data definida devido à final da Libertadores. A negociação com o Porto deve ser fechada ainda nos próximos dias, por 15 milhões de euros. O clube gaúcho, que detém 70% dos direitos, deve manter um percentual de 15% para uma futura negociação.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Lances polêmicos marcam Grenal 429; analista de arbitragem da Rádio Grenal avalia
Geromel tem lesão no ligamento do tornozelo esquerdo e deve ficar fora da final da Copa do Brasil
Deixe seu comentário