Em jogo emocionante, Simeone leva o Atlético de Madrid a mais uma final de Liga dos Campeões


Por: Gabriel Corrêa,

Atlético de Madrid e Bayer de Munique realizaram nesta tarde (3) na Alemanha, uma partida histórica. O time de Simeone perdeu por 2 a 1, porém o gol marcado na Allianz Arena, garantiu a classificação para a grande final, que será disputada no dia 28/05 em Milão.

Primeiro tempo

O primeiro tempo foi de domínio total da equipe de Guardiola. O jogo foi marcado pelo ataque contra defesa. A pressão foi tanta que aos 30 minutos da primeira etapa a barreira formada por Diego Simeone ruiu. Em cobrança de falta, Xabi Alonso bateu, Giménez desviu e complicou o goleiro Oblak. Era o 1 a 0 e a partida estava indo para a prorrogação. A pressão seguiu intensamente, mas o Atlético conseguiu se segurar e levou a desvantagem de apenas de um gol para a segunda etapa.

Segundo tempo

O segundo tempo foi diferente com o Atlético de Madrid controlando mais o jogo mesmo sem a bola. Porém, com oito minutos do segundo tempo o Bayern de Munique conseguiu um pênalti que Thomas Muller bateu, mas o goleiro Oblak defendeu a cobrança. O Atlético de Madrid seguia vivo no jogo. Logo após o lance, o Atlético de Madrid conseguiu marcar um gol com belo passe de Fernando Torres para Griezmann que chutou na saída de Neuer e empatou o jogo. O clube alemão precisaria marcar mais dois para garantir vaga na final da Liga dos Campeões.

Com a desvantagem, o time de Pep se lançou ao ataque e pressionou mais ainda. Foram muitos chutes tentando marcar pelo menos mais um gol. Aos 28 minutos do segundo tempo, Vidal aproveitou cruzando da esquerda, cabeceou para o meio e Lewandoswki aproveitou fazendo 2 a 1 para o time da baviera. O Bayern precisava de mais um gol para se classificar.

Em rápido contra-ataque, Fernando Torres recebeu a bola na ponta esquerda e cortou para dentro da área e foi derrubado por Javi Martinez (fora da área), mas o juiz assinalou pênalti. Na cobrança, o próprio Fernando Torres foi para bola e Neur fez grande defesa.

A partida seguiu como ataque e defesa até o final com muita pressão dos comandados por Guardiola. Ainda deu tempo de Simeone acertar o 4º árbitro com tapa e deve perder a final da Liga dos Campeões após julgamento da UEFA. Quando o juiz apitou o final da partida, só restou a comemoração dos colchoneros que estão classificados para sua segunda final de Liga dos Campeões nos últimos 3 anos.

 

 

 

Comentários