Saiba o que necessário para a aprovação da nova reeleição de Romildo Bolzan para a presidência do Grêmio


Por: Valéria Possamai,

Por meio de seu site oficial, o Grêmio divulgou o edital de convocação para a sessão do Conselho Deliberativo na próxima semana. Entre as pautas que serão discutidas no próximo dia 26 de março, na Arena, está a alteração estatuária no artigo 82 do Estatuto Social do clube que permitiria uma nova candidatura do atual presidente, Romildo Bolzan Jr.

Para que alteração seja aprovada, é necessário a aprovação de 50% mais 1 voto do Conselho. Atualmente, 320 conselheiros estão aptos a votar, ou seja, é preciso 161 votos a favor da alteração que permite a atual composição do Conselho de Administração do Grêmio (gestão 2017-2019) o direito de concorrer à reeleição, para um mandato de três anos.

Caso haja a aprovação da alteração estatutária e o atual presidente lance uma nova candidatura e vença as eleições, Romildo Bolzan Jr. seria o primeiro mandatário à frente do clube por oito anos consecutivos.

Na administração do clube gremista desde 2014, Romildo já é o primeiro presente do Grêmio a ser reeleito com mandato de três anos, após as eleições de 2016.

 

 

 

Comentários