Renato elogia e dá favoritismo ao Flamengo, mas relembra tentos do Grêmio: “Acostumado a entrar para a história”


Por: Valéria Possamai,

24 horas antes da decisão contra o Flamengo, o técnico Renato Portaluppi foi aos microfones, após o último treinamento, para falar do duelo que vale vaga às finais da Copa Libertadores. Nesta terça-feira, mais uma vez, o treinador afirmou que o favoritismo está com o adversário, mas que tudo é possível, destacando os tentos do tricolor quando tudo parecia impossível. Durante a entrevista, foi anunciado que Luan está fora da partida.

“Continuo falando que o Flamengo é favorito, e não é da boca para fora. Falo isso desde antes do primeiro jogo. Além disso, amanhã eles jogam em casa. Mas isso não quer dizer que o Grêmio não possa ganhar. O Grêmio vai lutar de todas as formas para conseguir a classificação”, disse Renato.

Com o empate em 1 a 1 no jogo de ida, na Arena, o time gaúcho precisa de uma vitória ou então de uma empate a partir do 2 a 2. Para superar a estatística imbatível do adversário dentro da sua, frente ao seu torcedor, o técnico do Grêmio aposta na experiência no conhecimento sobre o time carioca: “O Flamengo a gente conhece muito bem. Não tem como não conhecer. O Flamengo é uma potência, tem jogadores à nível de Seleção Brasileira. Por isso eu valorizo o meu grupo, de termos chegado a uma semifinal junto com eles. No futebol, tudo acontece, são 11 contra 11. O Flamengo da maneira que joga me agrada, porque é a maneira que o Grêmio joga. Eu joguei no Flamengo, eu conheço o Flamengo. É um time que se você jogar recuado, você não vai ganhar.”

Nem mesmo pela atuação abaixo nos primeiros 45 minutos da decisão em Porto Alegre podem provocar alguma mudança drástica no esquema tricolor. Renato pontou os títulos conquistados durante seu período à frente do time e relembrou os tentos do grupo para seguir sonhando com o tetracampeonato.

“Amanhã, tem mais 90 minutos de duas equipes que gostam de jogar. Mas não tem ninguém imbatível. É um dia para entrar para história. Imagina você eliminar o Flamengo, no Maracanã lotado, com jogadores de Seleção Brasileira. O meu grupo está acostumado a entrar para a história. Vai ser um futebol bonito. Agora infelizmente um só vai passar. Vai ser um grande jogo”, e completou: “Não é porque jogamos mal 45 minutos que temos que mudar a forma de jogar. Bom, não vou falar mais aqui se não vou estar dando palestra para o Jesus (brincou).”

Além da disputa às finais, a semifinal coloca frente a frente as duas equipes com melhor futebol no Brasil. Para Renato,  independente do resultado ao final da noite desta quarta-feira, no Maracanã, o país estará bem representado na grande decisão do título contra Boca Juniors ou River Plate.: “Com o passar do tempo, vamos pegando mais experiências. Eu concordo com Jesus, são as duas melhores equipes do Brasil. Independente da equipe que passar, o Brasil vai estar bem representando. São as duas equipes que jogam o melhor futebol do Brasil.”

Baixa de Luan

Uma das respostas que mais chamou a atenção na entrevista coletiva foi a respeito de Luan. Renato Portaluppi anunciou que o atacante está fora da decisão desta quarta-feira e disse que o camisa 7 não deve mais atuar na sequência desta temporada: “Essa novela Luan, Luan, Luan… Eu vou falar do Luan. O Luan dificilmente vai jogar esse ano, está fora do jogo de quarta. Ele tem um problema sério, pode ser um caso cirúrgico”.

Comentários

>