Presidente Romildo Bolzan Jr. projeta concretização da compra da Arena em 2019


Por: Valéria Possamai,

A tão sonhada negociação de compra da Arena pode ter um desfecho na próxima temporada. Em participação especial no programa Dupla em Debate, da Rádio Grenal, o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr., afirmou que a concretização da compra do estádio pode ser realizada em 2019.

Com mandado como presidente do Grêmio até o fim do próximo, Romildo Bolzan Jr. tem entre os objetivos de legado de gestão a aquisição da Arena, que administrado pela empresa Arena porto-alegrense.

“Temos uma missão de manter a competitividade e uma operação estratégica da compra do estádio, que pode se concretizar no ano que vem”, afirmou o mandatário do Grêmio.

O presidente explicou que os entraves com a OAS e também a conclusão das obras no entorno do estádio ainda precisam ser “destrinchados”, para que haja o avanço na efetivação da compra. “O Olímpico faz parte da composição do negócio. Uma parte do pagamento seria a entrega dos terrenos do estádio para a construção de condomínios residencias. Como o negócio ficou complicado e a OAS não cumpriu com parte do acordo, não entregou a Arena exonerada, o  Grêmio também não entregou o estádio. Está situação está embrulhada, enquanto não destrinchar tudo isso não vai acontecer nada.”

No entanto, o mandatário destacou que já há perspectivas no avanço das obras e com isso, o clube também já iniciou os contatos com os agentes financeiros para realizar o financiamento do estádio. “O Grêmio há dois anos saiu da discussão. E agora está sendo a retomada com grande perspectiva de conclusão. O Grêmio pode retomar a discussão, como está se preparando para fazer. Estamos retomando todos os contatos da estruturação financeira do financiamento junto ao bancos. Se tudo que está sendo discutido, trabalhado e organizado terminar favoravelmente, creio que finalizamos está operação na metade do ano que vem.”

Confira a entrevista completa do presidente Romildo Bolzan Jr., na página oficial da Rádio Grenal no Facebook.

 

Comentários

>