Preparador de goleiros do Inter aponta mudanças do gramado sintético, mas garante Lomba pronto: “Experiente e preparado”


Por: Valéria Possamai,

Além de toda a mística que envolve uma decisão de título, o Inter terá pela frente no primeiro das finais da Copa do Brasil, contra o Athletico-PR, uma mudança no campo de jogo: o gramado sintético da Arena da Baixada. Em entrevista à Rádio Grenal, o preparador de goleiro do colorado, Daniel Pavan, que cuida diretamente da preparação de Marcelo Lomba apontou as diferenças na trajetória da bola.

O grupo de jogadores, pelo menos, teve uma primeira experiência antes do apito inicial da partida. Nesta terça-feira, em virtude de um acordo entre as direções, o clube gaúcho pode fazer um reconhecimento na Arena da Baixada. Na atividade, já se pode observar algumas mudanças no estilo de jogo.

“Muda bastante. É um gramado diferente.Eles molham e deixam o gramado liso e rápido. Fizemos um treinamento para amenizar esse tipo de situação.Vamos entrar com naturalidade, para jogar como se fosse um gramado normal. O Lomba é um goleiro experiente e está bem preparado. Estamos prontos para fazer um grande jogo e levar a partida final para Porto Alegre”, destacou Pavan.

Além da preparação física e tática, o aspecto mental é outro fator decisivo para o desempenho dos atletas, conforme destaca o preparador. ‘O mais importante é entrar mental forte e concentrado para fazer um grande partida”.

Formado na base do Inter, Daniel Pavan já soma duas décadas de serviços prestados ao clube. O treinador de goleiros ingressou em 1995, sendo professor das escolinhas de futebol. A partir de então, passou por praticamente todas as equipes das divisões de base. Desde janeiro de 2015, é o preparador principal de arqueiros do Colorado.

Pavan participou diretamente da formação de goleiros como Marcelo Boeck, Renan, Muriel e Alisson, hoje titular da Seleção Brasileira. Ele ainda ostenta no currículo passagens com outros atletas de seleção, casos de André Döring e Dida, além de ter trabalhado com Clemer, camisa 1 do Inter no título mundial.

Foto: (Ricardo Duarte/S.C.Internacional)

Comentários

>