Participantes da Libertadores terão que montar times femininos a partir de 2019


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

A Commebol aprovou o novo regulamento de licenciamento de clubes nesta sexta com uma novidade. A partir de 2019, os times que disputarão a Copa Libertadores e a Copa Sul-Americana precisarão uma equipe feminina inscrita em competições organizadas pelas federações nacionais do país. 

Essa nova regra passará a valer a partir de 2019, segundo o documento.

“O solicitante (a disputar a competição) deverá ter uma equipe feminina ou associar-se a um clube que possua a mesma. Ademais, deverá ter ao menos uma categoria juvenil feminina, ou associar-se a um clube que possua a mesma”, diz trecho do regulamento.

“Em ambos os casos, o solicitante deverá prover suporte técnico e todo o equipamento e infraestrutura (campo de jogo para disputa das partidas e de treino) necessários para o desenvolvimento de ambas as equipes em condições adequadas”, acrescenta.

Em 2009, a Conmebol passou a organizar a Libertadores feminina, competição marcada pelo domínio de times brasileiros. Em sete edições, o país levou seis canecos, com o tricampeão São José, o bicampeão Santos e o campeão Ferroviária-SP. ctoiowwwcaewxjh

Comentários