“O Internacional está atuando e colaborando muito com as autoridades públicas”, diz presidente Marcelo Medeiros


Por: Diogo Rossi, comunicador na @rdgrenal

A nova gestão de Marcelo Medeiros acumula situações difíceis a serem resolvidas. Além de ter a missão de resgatar as boas atuações e recolocar o Internacional na elite do futebol brasileiro, o dirigente tem que lidar com as atitudes das torcidas organizadas fora de campo e, possivelmente, resolver o caso na justiça desportiva.

O Futebol Alegria do Povo, desta terça-feira (31), contou com a participação do presidente colorado via telefone. Medeiros abordou diversas questões pontuais que interessam aos torcedores do lado vermelho, inclusive, o caso do lateral-direito William, que deve ser resolvido nas próximas horas, em função do fechamento da janela de transferência dos principais países europeus. “Existe um processo em andamento. Até o momento ele não foi encerrado. Nós estamos aguardando alguns movimentos que vão ser executados ao longo do dia. Vamos ter um pouco de paciência e cautela na condução desse assunto”, comentou.

Os episódios do último domingo (29), durante a abertura do Campeonato Gaúcho, terão desdobramentos nos tribunais. No entanto, diferente da maioria dos casos em que os clubes se abstêm do processo de punição aos torcedores envolvidos, o Inter prontamente tomou uma atitude: suspender todas as torcidas organizadas. “É incompreensível e inadmissível que, depois do Internacional passar por todas as dificuldades e por todo o sofrimento e estar vivendo hoje uma nova realidade, parte desta torcida ou integrantes que não são torcedores, cometam o lamentável episódio que aconteceu no último domingo. Após a partida, a nossa primeira preocupação foi atender e buscar informações sobre possíveis vítimas e machucados, em razão da contundência com que o episódio foi caracterizado. A instituição está atuando e colaborando muito com as autoridades públicas para que as 45 pessoas sejam identificadas de uma forma clara e para que os processos de punições sejam aplicados”, enfatizou o dirigente.

Ainda de acordo com o presidente, os envolvidos identificados, que são sócios, serão encaminhados para a comissão de ética, e esses podem ser advertidos, suspensos ou, até mesmo, excluídos do quadro social, conforme a política do clube. Aqueles que não são associados, por meio da biometria, não poderão ingressar nos estádios. Outras punições de ordem pública, como, por exemplo, comparecimento à delegacia no horário das partidas, ficam a cargo do Ministério Público. O Internacional irá colaborar de todas as formas para que os episódios não voltem a acontecer.

O caso “Victor Ramos” segue em andamento. O clube gaúcho recorreu à Corte Arbitral do Esporte, diante da acusação de utilizar documentos falsos feita pela CBF. “O Inter cumpriu todos os prazos processuais e foi encaminhado à Corte Arbitral do Esporte com o pedido que este assunto fosse examinado na Europa. O Inter contratou um escritório de profissionais lá no velho continente para avaliar de perto esta questão. A Corte notificou a CBF, o Vitória, o STJD e o Procurador, para que apresentem suas versões nesse caso e, após as notificações dos apelados, não houve nenhuma movimentação”, afirmou.

Antes de encerrar a participação na Rádio Grenal, solicitado pelo apresentador e comentarista Alex Bagé, Marcelo Medeiros mandou um recado diretamente à torcida do Internacional: “O torcedor colorado pode ficar tranquilo, o Beira-Rio é a sua casa. Estaremos amanhã estreando, voltando ao Beira-Rio, voltando a jogar futebol na nossa casa. O torcedor colorado, como principal riqueza do clube, vai ser peça fundamental neste ano de 2017. Venha a campo, nos apoie. O clube estará com todo o conforto e toda segurança aguardando os nossos torcedores. Estamos fazendo todo o possível para que episódios, como o de domingo, não se repitam”, finalizou o presidente.

O Internacional enfrenta o Brasil de Pelotas pela Primeira Liga nesta quarta-feira (01), às 19h30min, no Estádio Beira-Rio. A Rádio Grenal transmite a partida, ao vivo, através do 95.9 fm, aplicativos para smartphones e site oficial.

Confira a entrevista completa:

 

Comentários