“O Inter tem condições de fazer este tipo de contratação”, afirma Marcelo Medeiros sobre negociação com Paolo Guerrero


Por: Valéria Possamai,

Nesta terça-feira (21), o presidente do Internacional, Marcelo Medeiros, foi o convidado especial do programa Café com Futebol, da Rádio Grenal. Durante a participação, Medeiros falou a da campanha respeito da contratação de Paolo Guerrero, os investimentos do clube na categoria de base e a possível saída de jogadores do elenco.

O presidente Marcelo Medeiros revelou que a negociação com o jogador Paolo Guerrero não envolveu nenhum tipo de incentivo de investidores: “Ninguém ajudou na contratação. Não teve nenhuma participação de Delcir Sonda no negócio da contratação de Paolo Guerrero. O Inter tem condições de fazer este tipo de contratação”.

A chegada do novo reforço gerou mobilização entre os colorados. Conforme os números apresentados pelo presidente, mais 5 mil camisetas do Inter foram comercializadas desde a contratação de Paolo Guerrero. Além disso, o clube ganhou aumento no quadro de associados. Cerca de 1.500 colorados se tornaram sócios do clube, após a contratação do peruano.

Com a chegada do novo centroavante, gerou-se a especulação da possível saída de jogadores. Mas ao menos, a permanência de um jogador foi garantida pelo presidente. De acordo com Medeiros, Rodrigo Dourado não será vendido nesta janela de transferências.

Um dos assuntos abordados com Medeiros foi a análise da atual gestão e as perspectivas na eleição no clube: “Ainda não pensamos nisso (eleição), estamos preocupados em fazer uma boa campanha no Campeonato Brasileiro, equacionar a situação financeira do clube. O próximo presidente vai encontrar situação bem melhor do que encontramos.”

O presidente colorado também falou a respeito da situação de retirada de cadeiras, de um setor do estádio Beira Rio. “Todos os movimentos que poderiam ser feitos pelo Inter foram realizados. Contratamos um perito para realizar estudos e tivemos o auxílio do corpo de bombeiros. Meu sonho é depois das retiradas da cadeiras é pintar a arquibancada de vermelho.”

Comentários