“O Grêmio foi o primeiro clube grande e de massa que atuei”, afirma Grafite


Por: Gabriel Corrêa,

Depois de 10 anos na Europa, Grafite, do Santa Cruz, foi entrevistado no Bastidores do Futebol da Rádio Grenal nesta quinta-feira (07). Entre outros assuntos como Seleção Brasileira, a volta ao Brasil e os bons momentos na Alemanha, o centroavante relembrou sua passagem pelo Grêmio em 2002 e revelou sua torcida pelo Tricolor.

“Guardo muito carinho pelo Grêmio. Foi o primeiro clube grande e de massa em que atuei. Eu sigo acompanhando e torcendo pelo Grêmio de longe. Além disso, é a camisa mais linda do futebol brasileiro”, revelou Grafite.

Grafite destacou, também, o único título da Bundesliga na história do Wolfsburg, na temporada 2008/09. O centroavante foi artilheiro da equipe naquele ano ao lado de Dzeko. Agora no Santa Cruz, Grafite também revelou que está organizando uma partida de despedida do clube alemão para o ano de 2017.

Sobre a Seleção Brasileira, o atleta não se vê convocado novamente e comentou o momento ruim do futebol nacional. “A Seleção Brasileira parou no tempo. Não tivemos uma renovação nesse ciclo de treinadores com Parreira, Dunga e Felipão”, analisou Grafite.

Confira a entrevista completa:

 

Comentários