“Não é um atleta inegociável”, diz executivo de futebol do Grêmio sobre Luan


Por: Valéria Possamai,

Em entrevista exclusiva à Rádio Grenal, o executivo de futebol do Grêmio, Klauss Câmara, projetou o duelo do tricolor na próxima fase da Copa do Brasil, definido nesta segunda-feira (10), em sorteio na CBF. Nas quartas de final, o clube gaúcho irá enfrentar o Bahia. O integrante da direção ainda falou sobre as situações do mercado da bola.

“Não tem tranquilidade na Copa do Brasil. Qualquer adversário, teremos dificuldades nesta fase. Sabemos que é uma outra competição, em que o Grêmio está acostumado. Nosso objetivo é estar na final. Temos um mês para essa partida, então serão vários elementos que diferem desse último jogo”, disse o dirigente gremista sobre reencontrar o Bahia após a derrota por 1 a 0 no Brasileiro.

Durante a entrevista, Klauss também falou sobre as movimentações do tricolor no mercado de transferências. A direção de futebol está avaliando a contratação de reforços para a posição de meio-campo. “O Grêmio precisa neste mês de julho estar bem em todos níveis, tanto na composição de grupo quanto na recuperação de atletas. Em relação mercado, o Grêmio vai estar com sempre esteve, atento as negociações. É uma posição em que vamos avaliar as possibilidades. Como diz o Renato, não trazer por trazer. Trazer alguém que possa nos ajudar”, completou o dirigente citando a situação de especulação sobre Lucas Silva, que atua no Cruzeiro, emprestado pelo Real Madri. “O Lucas Silva dispensa apresentações. Conheço muito bem, já foi meu atleta na base. Mas não tem nenhuma conversa ou alimento com o Grêmio.”

Ainda com relação as movimentações do mercado, afirmou que o clube não tem necessidade da venda de atletas, mas nenhum jogador é considerado “inegociável”, inclusive Luan. “O Luan é um atleta que sabemos da qualidade e do valor que tem no elenco. Mas não é um atleta inegociável, assim como todos do grupo, desde que atenda às exigências do clube. Não há um luxo de dizer que não vamos negociar ninguém. Mas diante da situação atual do clube, não temos tanta necessidade.”

Foto:(Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Comentários

>