Mesmo com expulsão de Geromel, Grêmio garante vitória sobre o Libertad, na Arena


Por: Diogo Rossi, comunicador na @rdgrenal

O Grêmio venceu o Libertad na noite desta quinta-feira (25), na Arena, em Porto Alegre. A partida foi a primeira na busca de uma vaga para as quartas de final da Libertadores. A classificação só será definida no jogo de volta, mas a vitória em casa é vantagem, já que o time gaúcho entrará em campo no Paraguai buscando um empate para passar de fase na competição.

O confronto desta quinta foi difícil. O Grêmio dominava a posse de bola e o ataque, mas tinha problemas com as finalizações. Porém, nem a baixa de Geromel, no segundo tempo, impediu a equipe da casa de colocar a bola nas redes, com Diego Tardelli e David Braz.

O Libertad já era conhecido do Tricolor, da fase classificatória. Na ocasião, foram os paraguaios quem ganharam na capital gaúcha, mas os gremistas viraram, fora de casa. Desta vez, a equipe de Renato Portaluppi garantiu a vitória, mesmo com os contestados André e, após, Tardelli, em campo.

Primeiro tempo

O time gaúcho começou demonstrando superioridade. Já aos quatro minutos, Everton chegou assustando o goleiro adversário. Cebolinha recebe a bola na área, ajeitando para o meio e batendo no canto, dando trabalho a Martín Silva, que fez bela defesa. O Tricolor seguia atacando e e não deixando o Libertad sair para o jogo.

A equipe da casa chegou a ter 89% de posse de bola e era o único a finalizar. Mas o gol não aparecia. Na segunda metade da etapa inicial, o Libertad se soltou mais, conseguindo duas conclusões. Porém, era o Grêmio quem seguia melhor em campo. Aos 23, amarelo para Jean Pyerre, por falta em Mejía. Apenas um minuto depois, os visitantes apareceram para atacar, mas Paulo Victor pegou o chute de Riveros.

O Tricolor seguia aparecendo bem. Aos 27, Martín Silva pegou uma tentativa de Everton e, aos 28, foi a vez de Maicon. Ele chutou forte pela direita e o goleiro colocou pela linha de fundo. As investidas da equipe gaúcha continuavam e duas faltas em sequência renderam cartões amarelos a adversários: Bareiro e, depois, Espinoza.

Segundo tempo

O Grêmio começou atacando novamente e André perdeu um gol logo no início da etapa comnplementar. No entanto, essa não seria a maior perda gremista: Geromel foi expulso, aos seis minutos. O árbitro Esteban Ostojich havia dado amarelo para o zagueiro gremista, por falta dura em Benítez, mas conferência do VAR confirmou o vermelho. Sem um defensor, Renato Portaluppi decidiu mudar: saiu André, entrou David Braz.

O Libertad trocou também, Benítez, por Martínez; e Rivero por Oviedo. Mas o técnico Tricolor insistia na busca do gol e fez nova substituição: Jean Pyerre, por Diego Tardelli. Mesmo questionado pela imprensa e pela torcida, foi ele quem abriu o placar. Aos 26 minutos, Matheus Henrique conseguiu um escanteio para o time da casa. Após o cruzamento de Alisson, Kannemann desviou e Tardelli colocou no fundo das redes. Grêmio 1. Libertad 0.

Os paraguaios tentaram descontar, mas Paulo Victor fez em bela defesa. Na sequência, o técnico do Libertad colocou Cardozo no lugar de Bareiro, lesionado. Mas a entrada de um atacante não foi a melhor escolha para o time visitante. Novamente em cruzamento de Alisson, dessa vez em cobrança de falta, David Braz cabeceou e fez o segundo gol do Grêmio.

Nos minutos finais, Renato ainda colocou Rômulo no lugar de Maicon e dois jogadores foram amarelados: o gremista Cortez e o paraguaio Franco. Aos 51 minutos, o jogo terminou com vitória do Tricolor gaúcho em casa.

Os times voltam a se enfrentar na próxima quinta-feira (1º/08), no estádio Defensores del Tchaco. O Grêmio ainda joga contra o CSA, antes, na segunda-feira (29), às 20h, em Alagoa, pelo Brasileirão.

 

Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA

Comentários

>