Internacional vence o Fortaleza e quebra jejum fora de casa, pelo Brasileirão


Por: Diogo Rossi, comunicador na @rdgrenal
por Kyane Sutelo

O Internacional venceu o Fortaleza, na Arena Castelão, no Ceará, neste sábado (17). O confronto foi válido pela 15ª rodada do Brasileirão. Antes do apito inicial, uma presença inusitada no gramado, adiou o começo do jogo: abelhas. Os insetos presentes na bandeira e no mastro de escanteio, atrasaram a partida por mais de 20 minutos, até ação efetiva dos bombeiros. O primeiro tempo foi morno, com um Fortaleza ofensivo, mas, na etapa complementar, o Internacional marcou e quebrou o jejum de quase um ano sem vencer fora de casa.

O time da casa trouxe novidade no comando: o técnico Zé Ricardo. Ele colocou titulares em busca da vitória, para tentar seguir na zona de classificação da Copa Sul-Americana. Já Odair Hellmann escalou reservas, poupando o time principal para as quartas de final da Libertadores, na próxima quarta-feira (21).

Nos primeiros minutos, as boas chegadas eram só do time do Ceará. Danilo Fernandes teve que trabalhar já aos 3, quando Romarinho se livrou bem da defesa e cruzou pra dentro da área. Mas o goleiro colorado pegou. Antes dos 20, o Internacional não conseguia sair de trás. Até tentou em uma jogada de Wellington Silva e Sarrafiore, conseguindo uma falta. Porém, Emerson Santos bateu mal e deixou a bola na barreira.

No minuto seguinte, a equipe da casa voltou a trazer perigo à meta colorada. Em jogada que começou com Tinga, Vázquez bateu forte, obrigando Danilo Fernandes a operar um milagre e salvar o time gaúcho. O grupo de Odair Hellmann tentava reagir, no entanto, a etapa inicial era do tricolor cearense. Aos 37, Romarinho armou a jogada, deixou pra trás toda a marcação, passou para Wellington Paulista, mas o atacante errou o gol.

Natanael perdeu a cabeça com a pressão do time da casa e levou cartão amarelo, por um carrinho em Edinho. Na sequência, o Inter conseguiu chegar bem, aos 43 minutos, porém, o árbitro Braulio da Silva Machado marcou o impedimento. A equipe de Zé Ricardo também fez bons ataques nos últimos minutos. Apesar da superioridade do Fortaleza, esse primeiro tempo terminou em 0 a 0.

Na etapa complementar, o Colorado voltou melhor. Mais atento e ofensivo. Logo no início, Bruno Melo fez falta em Wellington Silva e levou amarelo. O Internacional começou a trocar passes com mais efetividade e pressionar o Fortaleza. Aos 14 minutos, Nonato tabelou com Sarrafiore, mas bateu em cima do Tinga e perdeu o gol.

O tricolor cearense sentiu que o time gaúcho crescia na partida e Zé Ricardo trocou: tirou Vázquez e colocou Nenê Bonilha. Odair Hellmann também fez sua primeira substituição, com Parede no lugar de Tréllez. E a reação colorada realmente foi eficaz. Aos 20, Wellington Silva pegou o rebote de Parede e bateu forte: gol!

Na sequência, Roger Carvalho saiu lesionado do Fortaleza, entrando Derley. No Inter, Sarrafiore saiu para a entrada de Neílton. E, outro cartão: amarelo para Bruno Silva. A equipe da casa tentou empatar com cruzamento de Tinga para Wellington Paulista dentro da área, com mais uma bela defesa de Danilo Fernandes.

A última substituição do Fortaleza aconteceu aos 35 minutos, com Romarinho deixando o gramado, para a entrada de Osvaldo. Minutos depois, Derley recebeu amarelo por falta no autor do gol colorado. Aos 42, mais um cartão para o time cearense que ficou com um a menos em campo. Bruno Melo colocou a mão na bola e recebee seu segundo amarelo, sendo expulso. Já nos acréscimos, Klaus se lesionou e foi substituído por Bruno Fuchs. Mas nada mudou no marcador e a partida terminou assim. Internacional, 1. Fortaleza, 0.

O próximo compromisso Colorado é no maracanã, na quarta-feira (21), contra o Flamengo, pelas quartas de final da Libertadores.

 

(Reprodução Instagram @SCInternacional)

 

Comentários

>