Internacional estreia com vitória na Primeira Liga


Por: Diogo Rossi, Jornalista, radialista e Repórter na @rdgrenal

O reencontro com a torcida colorada, no Estádio Beira-Rio, não poderia ser melhor. Em jogo válido pela Primeira Liga, o Internacional recebeu o Brasil de Pelotas para dar início à série de confrontos que acontecerão ao longo do ano contra o Xavante.

Depois da atuação ruim na abertura do Campeonato Gaúcho, Antônio Carlos Zago utilizou a estreia na competição para testar algumas peças do elenco. O jovem Junio recebeu a oportunidade na lateral-direita, assim como Klaus na zaga e o experiente Paulão, que ganhou nova chance na equipe, apesar da reprovação por parte da torcida que estava presente. Do meio pra frente, Anselmo entrou na vaga de Fernando Bob. D’Alessandro, poupado, deu lugar a Andrigo e Seijas foi escalado no lado esquerdo. Na frente, Brenner estreou como titular em partidas oficiais.

Mesmo com todas as modificações, e a expectativa de um baixo desempenho em função do desentrosamento, o Internacional comandou as ações do jogo. Logo aos 10 minutos, após trama pelo lado direito, a bola caiu no pé de Andrigo na entrada da área. O meia chutou forte e Nico López apenas desviou a bola, tirando Eduardo Martini da jogada e mandando para o fundo do gol. Quase 7 minutos mais tarde, Nico achou Brenner na grande área. O atacante, de frente para o goleiro, finalizou, mas foi travado pelo zagueiro Evaldo, que mandou a bola para escanteio. No lance seguinte, após a cobrança, Brenner subiu livre e, de cabeça, obrigou Martini a realizar grande defesa. No rebote, porém, o centroavante só teve o trabalho de mandar para a rede. Aos 20, ainda, o goleiro Xavante levou dois cartões amarelos seguidos e foi expulso por reclamação.

Apesar de jogar com um homem a mais, a tranquilidade do Internacional durou pouco. Seijas derrubou o experiente Nem dentro da área e recebeu amarelo. Na cobrança do pênalti, Bruno Lopes bateu no canto. Danilo Fernandes quase conseguiu defender e viu a torcida ovacioná-lo mesmo depois de sofrer o gol.

No segundo tempo, Rogério Ziemmermann tirou Bruno Lopes e colocou Marcinho, para dar mais mobilidade e velocidade ao ataque da equipe. Entretanto, o panorama se manteve semelhante ao da etapa inicial. O Internacional é quem ditava o ritmo do jogo e as ações se concentravam pelo lado direito, onde Junio, de 19 anos, se destacou pelos bons cruzamentos e chegadas ao ataque. Charles, volante que entrou antes do intervalo após Anselmo se lesionar, também teve atuação destacada, especialmente, pelo controle da bola no meio-campo ao lado de Rodrigo Dourado.

A vantagem no placar se manteve até o final e os mandantes somente administraram o resultado. Aos 29 minutos, Charles tabelou com Roberson e achou Andrigo, livre, na esquerda. O camisa 20 chutou colocado, no ângulo, e acertou a trave do Brasil de Pelotas. O último lance de perigo veio dos pés de Nico López. O uruguaio, de dentro da área, cruzou para Roberson. O atacante, ex-Juventude, cabeceou por cima do gol.

Com a vitória, o Inter chega a vice-liderança do grupo A, atrás do Fluminense apenas. A equipe retorna a campo no sábado (04) contra o Novo Hamburgo. A partida, que acontecerá no Beira-Rio, terá transmissão da Rádio Grenal através do 95.9 fm, aplicativos para smartphones e site oficial, a partir das 17hs.

Comentários