Internacional empata com Caxias e segue sem vencer no Gauchão


Por: Diogo Rossi, Jornalista, radialista e Repórter na @rdgrenal

Em busca da primeira vitória no Campeonato Gaúcho 2017, o Internacional recebeu o Caxias, na noite deste sábado (11). No Estádio Beira-Rio, o colorado saiu na frente, entretanto, viu os visitantes empatarem logo em seguida e decretarem o empate por 1×1.

Ainda sem ter o time titular definido, o técnico Antônio Carlos Zago repetiu a escalação do último jogo, na vitória diante do Fluminense pela Primeira Liga, com exceção de Paulão, que deu lugar ao zagueiro Ernando.

O jogo

A etapa inicial foi movimentada. Ambas as equipes brigaram muito no meio de campo e, por vezes, foram violentas. Pelo lado do clube grená, Wagner era quem comandava as ações e foi o jogador que mais deu trabalho à zaga colorada, inclusive, sofrendo muitas faltas. A marcação dos visitantes impediu a criação de jogadas ofensivas do Inter. Aos 20 minutos, apenas, Anselmo arriscou de longe e Marcelo Pitol fez boa defesa no canto esquerdo. Dez minutos mais tarde, Wagner recebeu perto da área e finalizou. O atacante Gilmar desviou de letra para o gol e quase enganou Danilo Fernandes, que defendeu com segurança. Na sequência, após saída errada de Klaus, Wagner, novamente, recebeu e puxou o contra-ataque. De frente para o goleiro Danilo, o camisa 10 caxiense obrigou-o a realizar grande defesa.

Aos 40 min, Valdívia chutou de fora da área e quase surpreendeu Pitol – segunda oportunidade de longa distância. Antes dos acréscimos, ainda, D’Alessandro e Wagner discutiram, depois do volante Anselmo realizar uma entrada forte e receber o cartão amarelo. Por pouco a confusão não se armou no gramado do Beira-Rio.

No intervalo, Zago promoveu a entrada de Carlinhos, no lugar de Anselmo, e puxou o lateral Uendel para atuar na meia-esquerda. Carlos, aos 8 minutos, também ingressou, fazendo sua estreia com a camisa do Inter – e logo mostrou seu cartão de visitas. A bola sobrou dentro da área para o atacante, que ajeitou no peito e, de voleio, finalizou na trave.

O rendimento do jogo voltou a cair, resultando em poucas oportunidades criadas pelas duas equipes. Porém, aos 30, o Inter abriu o placar. Dentro da área, Roberson brigou com a defesa do Caxias e rolou para Uendel. O camisa 6 levantou para D’Alessandro, que, de primeira, com a perna direita, chutou forte. Sem chances, Marcelo Pitol ficou imóvel

A intensidade cresceu e a equipe de Zago foi pra cima. Três minutos após o gol, Charles abriu e mandou a bola direto no travessão. Na sobra, Carlinhos lançou para Roberson. O atacante, mais uma vez, disputou com os defensores e conseguiu a finalização. Marcelo Pitol operou um milagre. A ducha de água fria veio no lance seguinte. Em boa jogada pelo lado do campo, Júlio César cruzou rasteiro e Reis se antecipou ao marcador, desviando para o gol de Danilo Fernandes. Placar fechado em Porto Alegre e vaias ao final da partida.

Na próxima quarta-feira (15), o Internacional estreia na Copa do Brasil, contra o Princesa de Solimões-AM. A Rádio Grenal transmite, ao vivo, a partir das 21h45, através do 95.9 fm, aplicativos para smartphones e site oficial.

 

Comentários