Inter treina com portões fechado e mantém dúvida sobre Rodrigo Dourado


Por: Valéria Possamai,

O colorado segue com dúvida em relação ao time que enfrenta a Chapecoense. Nesta sexta-feira, o técnico Odair Hellmann realizou treinamento com portões fechados, mantendo o mistério sobre a presença de Rodrigo Dourado.

Para o duelo em Chapecó, na próxima segunda-feira, o Inter segue com duas indefinições. Rodrigo Dourado que foi diagnosticado com contusão no pé direito, seguiu longe das atividades com bola. O volante está sendo reavaliado dia a dia, para saber se terá condições para atuar. Em caso de ausência, a tendência é que Gabriel Dias assuma a titularidade.

Outra dúvida em relação ao time é no comandando de ataque. Recuperado, Leandro Damião disputa a vaga de centroavante com Jonatan Álvez. Mesmo com a volta de Damião, o uruguaio tem tido a presença confirmada na titularidade. Mas nesta rodada, a tendência que é o camisa 9, volte a iniciar uma partida como titular.

O elenco colorado realiza uma última atividade, neste sábado, antes da viagem a Chapecó. A única ausência confirmada na delegação fica por conta de Rossi, que está suspenso. Iago que cumpriu suspensão na última rodada, volta a ficar a disposição.

Para defender a liderança diante da Chapecoense, na Arena Condá, o Inter deve ir à campo com: Marcelo Lomba; Zeca, Moledo, Cuesta e Iago; Edenilson e Dourado (Gabriel Dias), Pottker, Nico Lopez, Patrick, Leandro Damião (Álvez).

Com ausências de Dourado e Edenilson, Inter trabalha jogadas ofensivas para duelo em Chapecó

Advogados de Paolo Guerrero entram com recurso em última instância, na justiça da Suíça

Foto: (Ricardo Duarte/S.C.Internacional)

Comentários