Guerrero encerra jejum e de quebra atinge top da artilharia de estrangeiros no Brasileirão


Por: Valéria Possamai,

Vestindo a camisa 9 do Inter, Paolo Guerrero escreveu mais um capítulo de história no futebol brasileiro. Autor de dois gols na vitória do colorado sobre o Bahia, no último sábado, o peruano deu fim a jejum de sete rodadas sem balançar as redes e de quebra atingiu a artilharia de estrangeiros com mais gols marcados na disputa do Campeonato Brasileiro na era de pontos corridos.

Com a marca de 47 gols no torneio nacional, o centroavante chegou a mesma marca de Petkovic, o então artilheiro estrangeiro isolado com mais gols no Brasileirão no período de 2003 – 2019. Restando ainda mais 10 rodadas para o fim da disputa, Paolo ainda pode qualificar o número.

Atuando no futebol brasileiro desde 2012, Guerrero já atingiu outras marcas. Em maio deste ano, .ao marcar o segundo gol do Inter sobre o Cruzeiro, o peruano, além de desempatar o duelo no Beira-Rio, chegou a marca de 100 gols atuando no Brasil.

As passagens de Guerrero no Brasil

Corinthians
Em julho de 2012, o Corinthians apresentava o Paolo Guerrero para o futebol brasileiro. O centroavante que estava no Hamburgo, da Alemanha, chegava com status de bad boy e um dos maiores desejos dos corinthianos. Foram 126 jogos com a camisa do timão e 52 gols marcados.


Guerrero comemora gol da final do Mundial em 2012. Foto: (EFE/EPA/KIYOSHI OTA)
Dentre os gols, um, em especial, ficará marcado para sempre na história do clube. Foi da cabeça de Paolo Guerrero, o gol que deu ao Corinthians a vitória sobre o Chelsea e a conquista do bicampeonato Mundial.

Flamengo
Em 2015 em meio a disputa da Copa América, aos 31 anos, Paolo Guerrero ia em busca de um novo desafio na carreira. De São Paulo, o peruano desembarcava no Rio de Janeiro para vestir a camisa rubro-negra. Por ironia do destino, a estreia pelo Flamengo foi justamente sobre o Inter, seu atual clube.


Primeiro jogo de Guerrero pelo Flamengo foi contra o Inter, atualmente seu clube. Foto: (Rodrigo Rodrigues / DiaEsportivo / Divulgação)

Pela aquela partida, no estádio Beira-Rio, Guerrero marcou gol e deu assistência para a vitória por 2 a 1 do mengão sobre o colorado, pela 12° do Campeonato Brasileiro. Este foi um dos 43 gols que o centroavante marcou pela equipe carioca, em 112 jogos.

Foi em meio a passagem pelo Flamengo, que Paolo viveu o pior pesadelo da carreira. Em decisão da FIFA, o jogador foi suspenso dos gramados após ter sido pego no exame antidoping antes da partida do Peru contra a Argentina pelas eliminatórias da Copa.

Contudo, em julho de 2018, após ter recebido uma suspensão de 14 meses pelo TAS (Tribunal Arbitral do Esporte), Guerrero conseguiu junto ao  Tribunal Federal da Suíça, um recurso que permitiu ao jogador ao voltar as atividades do futebol.

Meses após o recurso, o camisa 9 deixava o eixo Rio-São Paulo com destino ao Sul, mais precisamente Porto Alegre.

Internacional

Em 15 de agosto de 2018, o Aeroporto Salgado Filho era tomado por colorados para recepcionar Paolo Guerrero. O peruano chegava a Porto Alegre como a maior contratação para a temporada.

No entanto, o pesadelo pela punição do doping voltou a virar realidade na vida do jogador antes mesmo dele fazer seu primeiro jogo com a camisa colorada.

Oito dias após a apresentação no Beira-Rio, Guerrero teve o direito de jogar suspenso. Uma decisão da Justiça suíça revogou a liminar que permitia a atuação do jogador. A partir dali, iniciou-se a busca do jogador para provar sua inocência e retomar o direito de voltar a jogar futebol. Mas os recursos não foram aceitos.

Paolo Guerrero precisou cumprir a punição inicial de 14 meses aplicadas pelo TAS e só voltou aos gramados em abril deste ano.

Após ficar meses longe de seu oficio, Guerrero entro em campo no dia 6 de abril, reescrevendo ali no gramado do Beira-Rio, um novo capítulo de sua história. Logo na data que o estádio colorado completava 50 anos, o camisa 9 estreou pelo Inter e de cara marcou seu primeiro gol, que colocou o time na final do Campeonato Gaúcho.


Logo na estreia, Guerrero repetiu o feito pelo Flamengo e anotou o primeiro gol já no primeiro jogo. Foto:(Ricardo Duarte/S.C.Internacional)

Foto destaque: (Ricardo Duarte/S.C. Internacional)

Comentários

>