Grêmio tem treino com parte fechada e mantém mistério sobre definição de time


Por: Valéria Possamai,

O técnico Renato Portaluppi segue a rotina de trabalhos para encontrar novas alternativas, para a equipe, que após a confirmação da lesão de André, perdeu os dois jogadores que atuam como centroavantes de origem. Na atividade desta quinta-feira, o comandante optou por fechar a primeira parte do treino, indicando mistério sobre a equipe que tem pela frente, o Paraná, no sábado, na Arena do Grêmio.

No treino desta manhã, apenas arte do treino foi liberado à imprensa. Quando a atividade foi aberta no CT Luiz Carvalho, o técnico Renato comandava um trabalho técnico/tático. Com todo o grupo posicionado em metade do campo, os jogadores ofensivos em suas posições, criavam jogadas para chegar ao ataque. Do outro lado, estavam os zagueiros Geromel, Paulo Miranda, Bressan e Marcelo Oliveira (improvisado), que atuavam na interceptação das jogadas.

Posteriormente, com a goleira na metade do gramado, os atletas realizaram atividade em campo reduzido, trabalhando a troca de passes rápidas, com no máximo três toques e conclusões a gol.

Apesar do mistério, a tendência é que o tricolor entrem em campo com jogadores reservas, no confronto do final de semana. A opção pelo time alternativo é tendo em vista, o duelo pela Copa Libertadores, na próxima terça-feira, contra o Atlético Tucumán.

Assim, a provável escalação do Grêmio é formada por: Paulo Victor; Leonardo, Paulo Miranda, Bressan e Marcelo Oliveira; Thaciano, Matheus Henrique, Douglas, Alisson e Pepê (Marinho); Thonny Anderson.

Na manhã desta sexta-feira, o grupo realiza o último trabalho antes do confronto contra o Paraná. Nesta atividade, a tendência é de que Everton e Kannemann, que estão com suas seleções, voltem a integrar as atividades grupo tricolor.

Foto: (Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Na data de aniversário, Grêmio faz promoção de ingressos para a partida contra o Paraná

Comentários