Grêmio perde por 5 a 4 no Brasileirão, após virada do Fluminense na Arena


Por: Diogo Rossi, comunicador na @rdgrenal

O Grêmio perdeu por 5 a 4 para o Fluminense, na noite deste domingo (5), na partida que marcou a terceira rodada do Brasileirão 2019. O jogo, que aconteceu na Arena tricolor, às 19h, era decisivo, já que o time gaúcho tinha apenas um ponto no campeonato. Apesar de entrar em campo com oito titulares, a vitória não veio.

Renato Portaluppi mostrou que sabia a importância do confronto e preservou apenas Paulo Victor, Geromel, Leonardo Gomes e Diego Tardelli, mesmo tendo que enfrentar a Universidade Católica, pela Libertadores, na próxima quarta-feira (8). No time carioca, Everaldo não jogou, pois já estava acertada a sua ida para o Corinthians.

O jogo começou com clara vantagem gremista. Aos cinco minutos, Jean Pyerre encontrou Cortez, que chegou pela esquerda e cruzou para André fazer. O bandeirinha marcou impedimento, mas, após consultar o VAR, o árbitro Raphael Claus, decidiu: 1 a 0, Tricolor! O Fluminense tentou reagir e sair da desvantagem, chegando na área gremista, mas a defesa não deixou.

Aos 12, o time gaúcho chegou bem, novamente. Alisson cruzou pela direita e Everton garantiu o dele. Após bater no poste, não deu para o goleiro Rodolfo: 2 a 0! Se no início da partida o Fluminense já não apresentava um bom futebol, o desempenho piorou após sofrer os gols. O Grêmio passou a trocar passes no meio de campo e na área de ataque e fez mais um aos 21 minutos. Jean Pyerre tabelou com Maicon e André, desviando por baixo do goleiro carioca e marcando o seu.

O Flu descontou aos 38. O toque de bola do ataque carioca paralisou a zaga gaúcha e Yony González fez o gol. Não demorou para um erro grave do goleiro gremista garantir a aproximação no placar. Aos 40 minutos, Júlio César tentava sair com a bola, quando errou o drible em cima de Luciano, que roubou e descontou mais um para o Fluminense: 3 a 2.

A etapa compelmentar começou com troca no Flu: saiu Airton, ex-Internacional, entrou Daniel. E a reação da equipe carioca começou a aparecer. Nos primeiros minutos, Júlio César fez ótimas defesas, mas não foi o suficiente para segurar o placar. O relógio chegava aos nove minutos quando Kannemann fez a falta em Danielzinho. o goleiro tricolor defendeu a cobrança de Luciano, mas Matheus Ferraz cabeçeou e marcou no rebote, garantindo, ao menos, um empate.

A pressão do Fluminense seguiu e o técnico Renato decidiu mudar: Luan no lugar de Jean Pyerre e marinho substituindo Alisson. Aos 18, o árbitro deu amarelo para o carioca Guilherme, após um carrinho em Marinho e o comandante do Flu, Fernado Diniz, tirou ele para colocar Pedro. O centroavante entrou e mudou o placar. Após pênalti de Kannemann em Matheus Ferraz, Pedro bateu na esquerda e Júlio César caiu para o outro lado. 4, tricolor carioca, 3 tricolor gaúcho.

Luan marcou a reação do Grêmio, que chegou aos 31, sem sucesso. Mas, após saída de Luciano e entrada de Igor Julião no Flu, Luan cobrou escanteio e Kannemann fez. Aos 38 minutos, tudo igual na Arena: 4 a 4. Porém, os cariocas mostraram que queriam mesmo virar o jogo. Aos 46, de perna esquerda, Yony González voltar a mandar a bola para o gol, fazendo o quinto da equipe na partida. Após os quatro minutos de acréscimo, o juiz apitou o final da partida.

Com a derrota, o Grêmio não leva a confiança esperada para o próximo confronto da Libertadores. Na quarta-feira (8), o time gaúcho enfrenta a Universidad Católica, em Porto Alegre, às 19h15. Everton pode ser preocupação para o compromisso, já que sentiu a perna esquerda, em campo neste domingo.

 

Comentários

>