De virada, o time alternativo do Grêmio perdeu por 2 a 1 para o Fortaleza no Campeonato Brasileiro


Por: anacarolina,

Jogando fora de casa nesse sábado, o time alternativo do Grêmio perdeu de virada para o Fortaleza por 2 a 1, em partida válida pela vigésima-sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Com essa segunda derrota consecutiva na competição, o Tricolor gaúcho empacou em 41 pontos, ocupando momentaneamente a sétima posição na tabela.

A novidade em campo no estádio Castelão foi a estreia do goleiro Phelipe Megiolaro, de apenas 20 anos, que fez seu primeiro jogo na equipe principal do time gaúcho, substituindo Júlio César, que sofreu uma lesão muscular na panturrilha direita. Vale lembrar que ele já foi chamado pelo técnico Tite na Seleção Brasileira em fase de testes para os amistosos contra Arábia Saudita e Argentina.

Neste quarta-feira, o Mosqueteiro tem pela frente o jogo de volta contra o Flamengo, pelas semifinais da Libertadores, no Maracanã. Já pelo Brasileirão, o próximo adversário é o Botafogo, no domingo que vem, em Porto Alegre.

Escalações

O Grêmio do técnico Renato Portaluppi colocou em campo Phelipe, Galhardo, David Braz, Paulo Miranda, Juninho Capixaba, Rômulo, Michel (Patrick), Thaciano, Luciano (Diego Tardelli), André (Everton) e Pepê.

Já o Fortaleza, sob o comando de Rogério Ceni, escalou Felipe Alves, Gabriel Dias, Quintero, Paulão, Carlinhos, Juninho, Felipe (Kieza), Edinho (Nenê Bonilha), Osvaldo, Romarinho (Marlon) e Wellington Paulista.

Resumo da partida

O Grêmio abriu o placar logo aos nove minutos de jogo com o zagueiro Paulo Miranda de cabeça. Em casa, o Fortaleza correu atrás do empate e igualou o placar aos 34 minutos do primeiro tempo com Wellington Paulista. Embalado após o empate, o Leão seguiu no ataque e alcançou a virada aos 40 minutos da primeira etapa com Osvaldo.

Com alguns titulares entrando na segunda etapa, especialmente Everton Cebolinha, o Grêmio tentou pressionar, criou boas chances, mas não conseguiu reverter a situação adversa. No fim, ainda houve tempo para Galhardo ser expulso por reclamação.

Lance a lance

O jogo começou favorável para os gremistas que antes dos dez minutos conseguiram abrir o marcador. Primeiro, ameaçaram com um chute de fora da área de Michel, mas a bola saiu à esquerda do gol. Depois, na segunda finalização, aos 9 minutos, em cobrança de falta próximo a risca da grande área, Galhardo colocou no primeiro poste e Paulo Miranda, de peixinho completou para o fundo das redes, abrindo o placar.

Outra oportunidade gremista saiu aos 24’, quando Thaciano puxou um contra-ataque e fez um cruzamento na área buscando Pepê, mas a zaga cortou. Em resposta, no minuto seguinte, o Fortaleza também teve uma boa chance em cobrança de falta; a bola foi colocada na área, mas a barreira fez o corte.

Mas o Fortaleza reagiu e aos 34’, empatou o jogo com Wellington Paulista, que se antecipou a David Braz e recebeu o cruzamento de Romarinho, mandandando no canto direito de Phelipe, marcando para o time cearense. Aos 40 minutos, os donos da casa viraram o placar. Wellington Paulista cruzou da direita na área e Osvaldo apareceu, mandando de primeira para igualar o escore.

Aos 3 minutos da etapa complementar, Galhardo cobrou uma falta, colocando a bola na área, mas a defesa desviou para escanteio. A bola voltou à pequena área e André completou para o gol, mas a arbitragem já tinha assinalado falta de ataque do Tricolor.

Com 8’, uma grande chance gremista, com uma baita jogada de Pepê, que driblou três marcadores e finalizou a gol, obrigando o goleiro Felipe a fazer grande defesa.

Aos 23’, o Tricolor gaúcho chegou com Everton, que passou pela marcação de Gabriel Dias e chutou cruzado, mas o goleiro adversário conseguiu defender bem. Respondendo aos ataques gremistas, com 30’, Kieza invadiu a área e mandou forte ao gol obrigando Phelipe a espalmar para escanteio.

Aos 40’, o Grêmio teve uma chance em bola parada. Galhardo colocou na área, Tardelli tentou desviar de cabeça e Paulão dividiu junto, mandando pela linha de fundo.

Nos minutos finais, a bola foi alçada na área e acabou sobrando para Rômulo, que de frente para o gol, finalizou, mas pegou muito mal e mandou por sobre a meta. E Galhardo acabou expulso após tomar um cartão amarelo e seguir reclamando com a arbitragem.

(Marcello Campos)

 

Comentários

>